Você está aqui: Página Inicial > Campus > Cornélio Procópio > Avisos > Nota de Esclarecimento à Comunidade Acadêmica
conteúdo

Nota de Esclarecimento à Comunidade Acadêmica

publicado 15/12/2020 13h55, última modificação 15/12/2020 15h28

Tendo em vista publicação veiculada em rede social (Facebook), no dia 20 de novembro de 2020, que mencionou a servidora Sônia Maria Rodrigues, do Câmpus Cornélio Procópio, como "professora Sonia da UTFPR", fazendo alusão ao fato ocorrido no Carrefour de Porto Alegre, com veiculação de vídeo que mostra agressões e o assassinato de um cliente negro, fato que repudiamos veementemente; a Direção-Geral da UTFPR, Câmpus Cornélio Procópio, no uso de suas atribuições, vem a público informar que:

1) No ano de 2019, o autor dessa publicação no Facebook, por meio da Associação dos Negros Procopenses (Anepro), denunciou a referida servidora por suposto caso de racismo no âmbito da Universidade;

2) No dia 10 de abril de 2019, foi publicada Nota à Comunidade Acadêmica, informando que diante da referida denúncia, a Universidade estava ouvindo as partes envolvidas, respeitando os princípios da presunção de inocência e do direito ao contraditório;

3) Tal denúncia foi apurada por meio da Comissão de Sindicância, nomeada pela Portaria n°. 183, de 08 de maio de 2019, de acordo com o previsto da Lei n° 8.112/90 (Lei do Regime Jurídico dos Servidores Públicos Civis da União, das Autarquias e das Fundações Públicas Federais), sendo que não houve comprovação das acusações que se mostraram infundadas, de acordo com o Relatório Final da referida Comissão Sindicante, resultando no arquivamento do Processo, conforme pode ser averiguado nos autos do Processo de Sindicância n°. 23064.021827/2019-26, cujo teor é de conhecimento público e todas as partes envolvidas tiveram acesso aos autos do Processo;

4) Registra-se, ainda, o histórico profissional de atuação da referida servidora na promoção de projetos de ensino, pesquisa e extensão ofertados na comunidade, que sempre respeitaram a diversidade e a igualdade de direitos e oportunidades sem discriminação de gênero, raça, credo, cultura ou origem.

Diante das considerações expostas, reiteramos, por meio desta Nota de Esclarecimento, em conformidade com o Despacho n°. 00138/2020/GAB/PFUTFPR/PGF/AGU, de 08 de dezembro de 2020, que a UTFPR, Câmpus Cornélio Procópio, não compactua e repudia toda e qualquer prática discriminatória, por ter um compromisso com a promoção da igualdade de todos os gêneros, raças e credos, respeitando a legislação pertinente. Os espaços físicos ou virtuais da Sociedade Brasileira devem ser sempre espaços igualitários, humanos, em prol da diversidade e livres de quaisquer preconceitos.

 

Atenciosamente,

Prof. Márcio Jacometti - Diretor-Geral da UTFPR, Câmpus Cornélio Procópio

 

Cornélio Procópio/PR, 15 de dezembro de 2020.