Você está aqui: Página Inicial > Destaques > Estudantes de Curitiba aprimoram luva tradutora de libras e usam app para transformar gestos em som
conteúdo

Notícias

Estudantes de Curitiba aprimoram luva tradutora de libras e usam app para transformar gestos em som

publicado: 22/09/2021 20h46 última modificação: 22/09/2021 20h46

Escrito por Alex Silveira

Um projeto de três alunos do curso de Engenharia de Computação Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), de Curitiba, repaginou a ideia de uma luva que lê sinais de libras para surdos. A novidade é a utilização de um aplicativo de celular que traduz em sons de fala os gestos feitos por quem utiliza a luva. O equipamento mapeia o movimento dos dedos e das mãos e os envia para a letra correspondente no aplicativo do usuário. Eles afirmam se tratar de um produto único no Brasil, capaz de traduzir a linguagem brasileira de sinais. 

“A luva em si não é novidade. Há projetos semelhantes em outros países. No Brasil, também há projetos de luvas, mas nenhum deles utilizou um aplicativo com uso intuitivo e simples. As traduções dos gestos eram feitas em computadores e com o uso de cabos”, explica a estudante Caroline Rosa da Silva, 22 anos, uma das alunos do trio.

Um vídeo sobre o funcionamento da luva foi postado pela Caroline Rosa nas redes sociais. O projeto foi feito para a disciplina de Oficina de Integração 2, entre junho e agosto de 2021. “Buscamos resolver algum problema relevante na sociedade. Optando pelo tema de acessibilidade e deficiência auditiva, surgiu a ideia da luva, pois a maioria dos surdos aprende a ler lábios, mas a maioria das pessoas não é fluente em libras, o que limita a capacidade de comunicação dos deficientes auditivos”, disse a estudante.

Leia a notícia completa em: https://tribunapr.uol.com.br/cacadores-de-noticias/curitiba/estudantes-de-curitiba-aprimoram-luva-tradutora-de-libras-e-usam-app-para-transformar-gestos-em-som/