Você está aqui: Página Inicial > Defesas > Mestrado - Rafaela Novaski Morges
conteúdo

Mestrado - Rafaela Novaski Morges

por dirppg-ct publicado 28/04/2020 08h58, última modificação 07/05/2020 13h19
Experiências de Tecnologia Social e Agricultura Familiar no contexto do Município de Tunas do Paraná.
Quando
20/05/2020
de 10h00 até 13h00
(America/Sao_Paulo / UTC-300)
Onde
Via videoconferência.
Pessoa de contato
Orientador(a): Profa. Giovanna Pezarico
Participantes
Orientador(a): Profa. Giovanna Pezarico, Dra. - UTFPR
Banca examinadora:
Presidente: Profa. Giovanna Pezarico, Dra. - UTFPR
Profa. Carolina Bagattolli, Dra. - UFPR
Prof. Francis Kanashiro Meneghetti, Dr. - UTFPR
Adicionar evento ao calendário
iCal

Resumo: A presente pesquisa trata da temática sobre Tecnologia Social (TS) e Adequação Sociotécnica (AST). Relaciona-se às discussões atuais sobre as problemáticas vivenciadas pela Agricultura Familiar as possíveis experiências de Tecnologia Social. O objetivo foi analisar possíveis experiências de Tecnologia Social e Adequação Sociotécnica estabelecidas no contexto da Associação de Produtores Rurais de Tunas do Paraná (APROTUNAS) mediadas pela Incubadora Tecnológica de Cooperativas Populares da Universidade Federal do Paraná (ITCP). A base do subsídio teórico foram: a Tecnologia e suas relações com a Sociedade, as Incubadoras de Cooperativas Populares e suas relações com a TS, e a Agricultura Familiar e suas possíveis intersecções com a Tecnologia Social e AST. Nesses marcos teóricos, foram expostas as relações de como a tecnologia infere nas relações de trabalho, principalmente ao tratar do trabalho rural pós modernização do campo (Revolução Verde). Nesse sentido, a pesquisa se dedica a pensar alternativas tecnológicas para agricultura familiar a partir da análise das relações entre APROTUNAS e ITCP-UFPR. Os instrumentos da pesquisa utilizados foram: análise documental, grupos focais e entrevistas, orientados pelo método de Análise de Experiências, seguindo as orientações do Projeto “Tecnologias para Inclusão Social e Políticas Públicas na América Latina”, o qual foi apoiado pelo International Development Research Centre (IDRC), do Canadá. As análises foram organizadas tendo como orientação os cinco conjuntos da metodologia do IDRC: 1) Conjunto Descrição e Contextualização Histórica; 2) Conjunto Natureza Tecnológica e Entorno Sociotécnico; 3) Conjunto Sustentabilidade Econômica e Ambiental; 4) Conjunto Arranjo Institucional e de Vínculos; e por fim 5) Conjunto Sustentabilidade Política. Os resultados buscaram contribuir com o tema de análise de experiências de TS e AST. No que tange os resultados dessa pesquisa, foi possível observar que a experiência analisada é composta atores que se configuram como agricultores familiares em situação de vulnerabilidade econômica, que se estruturam como uma associação buscando alternativas de comercializar seus produtos. Esses atores, mantinham relações diretas com a Universidade Federal do Paraná, por meio do projeto de extensão da ITCP-UFPR. Tais relações geraram aos agricultores oportunidades de renda, a acesso de políticas públicas e também em melhoramento nas questões ambientais. Quanto as intersecções entre o conceito de TS e das modalidades da AST (especialmente: Uso, Apropriação e Ajuste no processo de trabalho) em relação a experiência, percebeu-se que ao analisar os conjuntos de sustentabilidade econômica, e arranjo Institucional e de vínculos e política, o caso em tela representou diversas limitações de aderência, principalmente no que tange a autonomia e a construção da tecnologia.
Palavras-chave: AGRICULTURA FAMILIAR; ITCP-UFPR; APROTUNAS; TECNOLOGIA SOCIAL, ADEQUAÇÃO SOCIOTÉCNICA (AST).

Experiences of Social Technology and Family Farming in the context of the of Tunas do Paraná.
Abstract: This research is about Social Technology (TS) and Sociotechnical Adequacy (AST). Related to the current discussions about the problems experienced by Family Farming, the possible experiences of Social Technology. The objective was to analyze possible experiences of Social Technology and Sociotechnical Adequacy established in the context of the Rural Producers’ Association of Tunas do Paraná (APROTUNAS) mediated by the Technological Incubator of Popular Cooperatives of the Federal University of Paraná (ITCP). The basis of the theoretical subsidy were: Technology and its relations with Society, Incubators of Popular Cooperatives and their relations with TS, and Family Agriculture and its possible intersections with Social Technology and AST. In these theoretical frameworks, the relationships of how technology infers labor relations were exposed, mainly when dealing with rural work after the field’s modernization (Green Revolution). In this sense, the research is dedicated to think about technological alternatives for family farming based on the analysis of the relationships between APROTUNAS and ITCP-UFPR. The research instruments used were: document analysis, focus groups and interviews, guided by the Experiences Analysis method, following the guidelines of the Project “Technologies for Social Inclusion and Public Policies in Latin America”, which was supported by the International Development Research Center (IDRC), from Canada. The analyzes were organized based on the five sets of the IDRC methodology: 1) Set Description and Historical Contextualization; 2) Technological Nature and Sociotechnical Environment; 3) Economic and Environmental Sustainability Group; 4) Set of Institutional Arrangements and Links; and finally 5) Political Sustainability Group. The results sought to contribute to the theme of analysis of TS and AST experiences. Regarding the results of this research, it was possible to observe that the analyzed experience is composed of actors who are configured as family farmers in a situation of economic vulnerability, who are structured as an association seeking alternatives to market their products. These actors maintained direct relations with the Federal University of Paraná, through the ITCP-UFPR extension project. Such relationships generated income opportunities for farmers, access to public policies and also improved environmental issues. As for the intersections between the concept of TS and the modalities of AST (especially: Use, Appropriation and Adjustment in the work process) in relation to experience, it was noticed that when analyzing the sets of economic sustainability, and institutional and linkage arrangements and politics, the case in question represented several limitations of adherence, mainly regarding the autonomy and the construction of technology.
 Keywords:Family Farm; ITCP-UFPR; APROTUNAS; Social Technology, Sociotechnical Adequacy (AST).

Lista de publicações:
MORGES, R. N.; PEZARICO, G. . AGRICULTURA FAMILIAR E TECNOLOGIA SOCIAL: ANÁLISES DAS INTERAÇÕES ENTRE A ITCP-UFPR E OS AGRICULTORES DO MUNICÍPIO DE TUNAS DO PARANÁ. In: IV Seminário Nacional de Planejamento e Desenvolvimento, 2019, Chapecó: UNOCHAPECÓ, 2019. v.4 (Apresentação de Trabalho/Seminário).

 

Obs: Devido a pandemia COVID-19 esta defesa será realizada via videoconferência. Caso tenha interessa em assistir entre em contato com o orientador com até 24h de antecedência da data de realização.