Você está aqui: Página Inicial > Sobre
conteúdo

Sobre o PPGBio

por admin publicado 02/09/2016 11h35, última modificação 19/03/2019 21h22

logo

 

O Programa

O Programa de Pós-Graduação em Tecnologias em Biociências (PPGBio) busca promover o desenvolvimento científico e tecnológico de maneira interdisciplinar, transpondo as fronteiras entre diferentes áreas de conhecimento e possibilitando a convergência entre elas na resolução de problemas.
Nesse contexto, a matriz curricular proposta visa uma formação técnico-científica ampla, estimulando sobretudo a integração de teorias e metodologias na produção do conhecimento. Portanto, o PPGBio tem por objetivo formar profissionais capazes de contribuir positivamente para o avanço das fronteiras da ciência e tecnologia nos mais distintos segmentos de biociências. O Mestre em Tecnologias em Biociências estará capacitado a:
            1. Realizar pesquisa científica e tecnológica;
            2. Identificar, formular e resolver problemas na área de biociências;
            3. Desenvolver e/ou utilizar novas ferramentas e técnicas;
            4. Atuar em equipes multidisciplinares, assim como ser capaz de coordenar e supervisionar equipes de trabalho;
            5. Conceber, projetar, implementar e analisar sistemas, produtos, equipamentos e processos;
            6. Executar serviços técnicos, bem como efetuar vistorias, perícias e avaliações, sendo capaz de emitir laudos e pareceres;
            7. Avaliar o impacto das atividades de biociências no contexto social e ambiental.

 

Área de concentração: Tecnologias em Biociências

Esta área de concentração contempla as duas linhas de pesquisa do programa. Seu foco está no desenvolvimento de tecnologias na área de biociências, abrangendo biomateriais, bioestatística e bioinformática. Assim compreende o estudo, modelagem, desenvolvimento, modificação e aplicação de materiais e biomateriais para a solução de diversos problemas relacionados à área de biociências. O que permite aos egressos elaborar estratégias para desenvolver, modificar substâncias e/ou materiais diversos, de tal forma que as novas propriedades permitam alcançar os objetivos que foram propostos, como, por exemplo, biocompatibilidade, sensores, próteses, etc.

 

Linhas de pesquisa

Obtenção, caracterização e quantificação de bioprodutos e biomateriais e suas aplicações em biociências
Os objetivos desta linha de pesquisa são o desenvolvimento de formas farmacêuticas utilizando nanotecnologia, desenvolvimento de métodos de caracterização, quantificação de fármacos impurezas e produtos de degradação, produção de biofármacos e enzimas por processos fermentativos.
Esta linha de pesquisa concentra seus esforços na produção, aplicação e caracterização de compostos bioativos e biomateriais em biociências. Dentro deste escopo propõe-se a produção de enzimas e biofármacos por processos fermentativos; caracterização e quantificação de fármacos, impurezas e produtos de degradação. Também busca-se nesta linha a aplicação e desenvolvimento de nanotecnologias na produção, encapsulamento e liberação controladas de fármacos (drug delivery), além do desenvolvimento de biomateriais para aplicações ortopédicas e odontológicas.

Modelagem e aplicações de materiais em biociências
Os objetivos desta linha de pesquisa são desenvolvimento e aplicação de métodos estatísticos em biociências, simulação computacional de materiais e desenvolvimento de tecnologias e produtos relacionados bioinformática, softwares, robótica e automação e equipamentos médicos.
Esta linha de pesquisa integra a modelagem matemática com o desenvolvimento de novos processos e tecnologias, e com a aplicação de métodos e técnicas computacionais para estudos envolvendo materiais e biomateriais em biociências. Reúne diferentes aspectos de modelagem como o desenvolvimento e aplicação de técnicas de predição do comportamento dinâmico de fenômenos biológicos, sua utilização em técnicas de análise e otimização de bioprocessos e na obtenção de parâmetros de projeto para equipamentos e processos. Bem como a preparação de aparatos experimentais necessários para a obtenção de dados e para a validação de modelos e a análise dos resultados por meio de métodos estatísticos. Tendo como foco a obtenção de produtos e tecnologias inovadoras nas áreas de bioinformática, bioprocessos, biosensores e equipamentos automatizados aplicados para ciências biofarmacêuticas e biotecnológicas.