Você está aqui: Página Inicial > Defesas > Mestrado - Tatiane Araujo Muniz Lautert
conteúdo

Mestrado - Tatiane Araujo Muniz Lautert

por dirppg-ct publicado 26/11/2020 07h42, última modificação 26/11/2020 07h42
Unidades De saúde pública em curitiba: uma análise exploratória e um protótipo de dashboard de saúde para apoio à decisão no domínio da gestão em saúde
Quando
17/12/2020
de 14h00 até 17h00
(America/Sao_Paulo / UTC-300)
Onde
Via videoconferência
Pessoa de contato
Profa. Nádia Puchalski Kozievitch, Dra. - UTFPR
Participantes
Orientador(a): Profa. Nádia Puchalski Kozievitch, Dra. - UTFPR
Coorientador(a): Profa. Monika Akbar, Dra. - UTEP
Banca examinadora:
Presidente: Profa. Nádia Puchalski Kozievitch, Dra. - UTFPR
Profa. Anelise Munaretto Fonseca, Dra. - UTFPR
Prof. Artur Ziviani, Dr. LNCC
Adicionar evento ao calendário
iCal

Resumo: Garantir serviços de saúde adequados à população é um desafio, principalmente em países emdesenvolvimento, onde recursos limitados devem ser otimizados para atingir um percentual maior da população. Para avaliar adequadamente os serviços de saúde e priorizar novos investimentos, é importante coletar, integrar e analisar grande quantidade de dados relevantes. Este trabalho apresenta um estudo agregando dados socioambientais, socioeconômicos, geográficos, de transporte e de saúde disponíveis ao público de diferentes fontes para a cidade de Curitiba, Brasil, com o objetivo de compreender a dinâmica das necessidades atuais de saúde e o uso do sistema de saúde pelos moradores da cidade. Este trabalho apresenta uma análise detalhada das consultas médicas, do bairro de procedência dos pacientes, das condições de saúde mais frequentes relatadas nas fichas de atendimento médico. Também analisamos o aparecimento de certas doenças infecciosas nos bairros da cidade e as correlações entre essas doenças e diversos fatores socioambientais e socioeconômicos. Por fim, o artigo discute os resultados da análise exploratória, destacando possíveis pontos que merecem atenção especial ou investimentos da gestão municipal para melhor atender o público.
Palavras-chave: Dados Abertos. Dados de Saúde. Análise Exploratória. Visualização de Dados. Dashboard.

Public health units in curitiba: an exploratory analysis and a health dashboard prototype for decision support in health management domain
Abstract:
Guaranteeing adequate health services to the population is a challenge, especially in developing countries where limited resources must be optimized in order to reach a larger percentage of the population. To properly assess health services and prioritize new investments, it is important to collect, integrate, and analyze large amount of relevant data. This paper presents a study aggregating publicly available socio-environmental, socio-economic, geographical, transportation, and health data from different sources for the city of Curitiba in Brazil, to understand the dynamics of current healthcare needs and healthcare usage by the city dwellers. This paper presents a detailed analyses on medical appointments, the neighborhood where patients come from, the most frequent health conditions reported from the medical assistance records. We also analyze the onset of certain infectious diseases in the city's neighborhoods and correlations between these diseases with various socio-environmental and socio-economic factors. Finally, the paper discusses the findings from our exploratory analysis, highlighting possible points deserving special attention or investments from the city management to better serve the public.
Keywords: Open Data. Health Data. Exploratory Data Analysis. Data Visualization. Dashboard.


Lista de publicações:
LAUTERT, F. ; LAUTERT, T. ; Kozievitch, N. P. ; GOMEZ-JR, L. C. . Is the location of Public Health Units in Curitiba meeting the citizen's needs?. In: Workshop on Big Social Data and Urban Computing, 2018, Rio de Janeiro. Proceedings of the Workshop on Big Social Data and Urban Computing co-located with 44th International Conference on Very Large Data Bases (VLDB 2018), 2018.

Obs: Esta defesa será realizada exclusivamente através de videoconferência, caso tenha interesse em acompanhar, entre em contato com o orientador com pelo menos 24 horas de antecedência da data de realização.