Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Cornélio Procópio > Bloco S é inaugurado pelo Ministro da Educação
conteúdo

Notícias

Bloco S é inaugurado pelo Ministro da Educação

publicado: 29/01/2019 20h12 última modificação: 29/01/2019 20h23

Na manhã de sexta-feira, 25 de Janeiro de 2019, ocorreu a cerimônia de inauguração do Bloco S, no Câmpus Cornélio Procópio da UTFPR, com a ilustre presença do Ministro da Educação, professor e filósofo Ricardo Vélez Rodrigues, em sua primeira visita oficial a um município brasileiro depois de sua posse. O referido Bloco S conta com cinco pavimentos, com laboratórios, salas de aula, salas de reuniões e sala de apoio pedagógico, onde serão abrigados os cursos de Engenharia Elétrica, Engenharia Eletrônica e Engenharia de Controle e Automação.
A área total abrange 3.993 metros quadrados de construção, nos quais foram investidos R$ 8.2 milhões de reais em verbas federais. As novas instalações do Campus Cornélio Procópio irá beneficiar inúmeros estudantes, vindos de todas as localidades brasileiras.

Estiveram também presentes nesse momento especial para a comunidade universitária, o Vice- Governador do Paraná, empresário Darci Piana, representando o Governador eleito Carlos Roberto Massa Junior (Ratinho Júnior), o Secretário Estadual da Educação, empresário Renato Feder, o Deputado Federal Alex Canziani, o Deputado Estadual Luiz Claudio Romanelli, o Reitor da Universidade Tecnológica Federal do Paraná, professor Luiz Alberto Pilatti, o prefeito de Cornélio Procópio, Dr. Amin Hannouche, o Chefe de Gabinete do Ministro da Educação, advogado procopense Tiago Tondinelli, o Presidente da Câmara Municipal de Vereadores de Cornélio Procópio, vereador Edimar Gomes Filho, a Reitora da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), professora Fátima Padoan e o Diretor-Geral do Câmpus Cornélio Procópio, professor Márcio Jacometti.
O Exmo. Ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodrigues, é colombiano, porém naturalizado brasileiro e iniciou o seu discurso contando para o público presente, um pouco da sua história de vida como um refugiado e também sobre a sua trajetória acadêmica frente ao departamento de filosofia da Universidade Estadual de Londrina (UEL), na década de 1980.
Vélez afirmou ter aprendido ao longo dos anos que o maior problema das universidades brasileiras é somente a sua gestão.

Vélez destacou a importância do ensino tecnológico no Brasil, o qual está ligado diretamente à produção e afirmou que a inauguração do Bloco S, do Câmpus Cornélio Procópio, marca um novo tempo para a instituição.
O ministro afirmou ainda que é necessário ouvir os protestos dos alunos e compreender as suas reivindicações, pois acredita na busca do cidadão, e por essa razão, tem como meta trabalhar diretamente com os municípios, a fim de entender o que as escolas necessitam, no plano estadual e municipal.
O Reitor da Universidade Tecnológica Federal do Paraná, professor Luiz Alberto Pilatti iniciou o seu discurso enaltecendo a UTFPR ,que hoje ocupa a 49ª posição no Ranking Mundial, entres as Universidades Federais da América Latina, segundo dados do maior e mais importante ranking de universidades, o Times Higher Education (THE).
“A nossa Universidade Tecnológica Federal é a universidade que mais oferece vagas na área de engenharia em todo o Brasil. É também a que mais solicitou pedidos de patentes para registro, totalizando até o presente momento 138 pedidos. É a universidade que possui o maior número de Câmpus, num total de 13, distribuídos pelo Estado do Paraná. É uma instituição sólida que faz a diferença nas comunidades em que está inserida, pois 70% dos seus alunos encontram-se no interior do PR”, declarou Pilatti.
O Reitor afirmou ainda que o maior patrimônio da sociedade brasileira são as universidades públicas, pois as pesquisas são realizadas dentro da própria universidade com recursos do Governo Federal, portanto essas pesquisas, além de proporcionar aos acadêmicos um profundo aperfeiçoamento formativo, é também de fundamental importância para o desenvolvimento local e regional.
A Universidade Tecnológica Federal do Paraná é a universidade mais próxima do setor produtivo e essa interação entre alunos, docentes e as indústrias geram muitos benefícios para a sociedade.
A universidade oferta conhecimento e produz novas tecnologias, já as indústrias tem a possibilidade de utilizar essa informação e esse conhecimento para transformar em inovação, bem como fornecer para as universidades problemas reais, a fim de que os alunos possam utilizar e trabalhar, permitindo assim que os mesmos cheguem ao mercado de trabalho melhor capacitados e prontos para enfrentar os desafios reais do dia a dia.
Luiz Alberto Pilatti agradeceu o total empenho e dedicação do Diretor-Geral do Câmpus Cornélio Procópio, professor Márcio Jacometti, enaltecendo o excelente trabalho que vem desenvolvendo frente à instituição, bem como o zelo e o carinho dos demais servidores dessa universidade.
O reitor mencionou a parceria com a Prefeitura Municipal de Cornélio Procópio, agradecendo o apoio do prefeito e reforçando que a universidade é apartidária, porém trabalha com todas as lideranças.
Pilatti agradeceu a presença do Ministro da Educação Ricardo Vélez e aproveitou para fazer-lhe um pedido especial: “a única possibilidade que temos para sermos um país melhor é através da educação, por isso, senhor ministro, defenda a universidade pública”.
O prefeito de Cornélio Procópio, Dr. Amin Hannouche, além de recepcionar o Ministro da Educação e sua comitiva, também discursou, saudando e agradecendo a ilustre presença do convidado. Aproveitando a oportunidade, Dr. Amin gentilmente presenteou as autoridades do governo com belos souvenirs que representam o nosso município.
O Deputado Federal Alex Canziani, emocionado, proferiu o seu discurso de despedida da vida pública e mencionou algumas de suas conquistas ao longo de sua carreira parlamentar. Também solicitou ao vice-governador do estado, Darci Piana, que fosse o representante oficial aqui da nossa querida região Norte do Paraná.
Após o término dos discursos das autoridades que compunham a mesa, houve então o descerramento da placa inaugural do Bloco S e a visita dos mesmos as dependências do novo prédio.