Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Cornélio Procópio > UTF ao Cubo na FENECIT
conteúdo

Notícias

UTF ao Cubo na FENECIT

Projeto UTF ao Cubo em Recife-PR
publicado: 11/10/2019 09h02 última modificação: 15/10/2019 09h17

O Projeto “UTF ao Cubo” em parceria com a Escola Rui Barbosa, está participando da Feira Nordestina de Ciência e Tecnologia (FENECIT), em Recife – Pernambuco.
O evento, no período de 08 a 12/10, conta com a SENECIT, um seminário voltado para os professores e orientadores com o intuito de adquirir, debater, compartilhar e aprofundar os conhecimentos ligados às práticas da pesquisa científica no ensino básico, a partir de palestras realizadas por professores e pesquisadores envolvidos com a pesquisa científica. As palestras promovem também a troca de experiências entre os presentes, aproveitando a reunião de instituições e professores de diversos estados do Brasil e de outros países.
Durante o evento é possível vislumbrar as diferenças entre as práticas desenvolvidas por diferentes realidades, graças a presença de escolas particulares, públicas e institutos federais, o que enriquece os conhecimentos para desenvolver o papel de orientação e desenvolvimento das pesquisas em suas respectivas escolas.

A pesquisa dos alunos do 9° ano da Escola Rui Barbosa - José Francisco Serino Calderon, Leila Minello da Silva e Maria Clara Campioto da Silva, orientados pela Professora Janice Torquato Bressan e coorientados pelo Professor Doutor Armando Paulo da Silva , tem o objetivo de mostrar as contribuições que o brinquedo mais vendido no mundo pode proporcionar aos estudantes que buscam aprender como montá-lo, durante sua formação escolar.

O cubo mágico é um tipo de quebra-cabeça criado por Erno Rubik, com o intuito de ajudar os alunos a entenderem a relação de espaço. Na pesquisa encontrou-se dados que apontam que o cubo mágico ajuda na compreensão da matemática, no desenvolvimento do raciocínio lógico, no desenvolvimento cognitivo, na memória, na recepção de informação, no aprimoramento da leitura, na concentração, na interpretação e na autoestima. Apesar de ser considerado um brinquedo com dificuldade ímpar e desconcertante, mistura a simplicidade e a complexidade dependendo da forma que ele é analisado ou utilizado.


A Diretoria do Câmpus Cornélio Procópio parabeniza a todos os envolvidos, em especial ao Prof. Dr. Armando Paulo da Silva, pelo importante de trabalho com as Instituições de Ensino.