Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Curitiba > Empresas Juniores recebem novas salas
conteúdo

Notícias

Empresas Juniores recebem novas salas

Universidade e empreendedorismo

Espaço de inovação na Ecoville chega a 900m2
publicado: 24/09/2020 22h16 última modificação: 24/09/2020 22h16

Mesmo com as aulas suspensas desde março devido à pandemia, a Universidade Tecnológica Federal do Paraná é um exemplo do trabalho das Universidades que não param, investindo em pesquisa e extensão durante todo este período. Nesta semana, dia 23, houve a solenidade de inauguração de novas instalações de espaços de incentivo ao empreendedorismo das empresas juniores. Com essa inauguração, o espaço administrado pelo PROEM-CT chega a 900m² na sede Ecoville voltado ao empreendedorismo e inovação.

Em uma cerimônia breve, com poucos presentes, em observação aos cuidados pela pandemia, reuniram-se o recém-nomeado Reitor da UTFPR, Marcos Schiefler Filho, a coordenadora do Departamento de Apoio e Projetos Tecnológicos  no campus de Curitiba (DEPET), Maria Lucia Meza, o responsável pela Divisão de Empreendedorismo e Inovação (DIEMI) do campus, Maico Ornelas, e o estudante responsável pela comunicação da IUT, Gabriel Scurupa Lopes, como representantes da Universidade.  Além deles, o evento contou com os empreendedores incubados das empresas Qualabor Serviços de Qualidade e R2 Rheology Research, que foram certificados, na ocasião, pelo Programa de Incubação do qual participaram, e representantes de empresas juniores e incubadas. O diretor de relações empresariais e  comunitárias do campus, Ivan Vicentin, participou do evento via remota.

Mesmo já nomeado reitor, Marco Schiefler Filho foi convidado quando ainda diretor do campus Curitiba para participar do evento, devido ao apoio da Direção-geral a esse projeto. Segundo Schiefler, “o bloco L, da sede Ecoville, que chamamos de o bloco da extensão, é um projeto que idealizamos há mais de 10 anos (em sua primeira gestão como diretor). Então é com grande satisfação hoje, em um dia histórico, em que a Universidade comemora 111 anos, estejamos aqui cumprindo aquilo que é uma das bases da UTFPR, que é justamente a extensão, o trabalho com a comunidade, o abrigo às empresas que estejam sendo incubadas e também o desenvolvimento dessa natureza empreendedora de nossos estudantes por meio das empresas juniores”.

Para Maria Lucia Meza, “estamos trazendo esse espaço para cá para unificarmos todo um espaço de fomento para empreendedorismo e inovação. A Incubadora já está aqui há alguns anos, o Hotel Tecnológico veio em 2018. Seria o nosso espaço de inovação na UTFPR” . O Programa de Empreendedorismo e Inovação (PROEM) foi criado em 1997 com o objetivo de formar cultura empreendedora para desenvolver empreendimentos inovadores de base tecnológica e dar suporte para a proteção da propriedade intelectual.

Maico Ornelas explica que, para a operacionalização do Proem, ele possui 3 instrumentos: “o Hotel Tecnológico (HT), as Incubadoras de Inovações Tecnológicas – IUT e o apoio às Empresas Juniores (EJs)”.  Juntamente com a equipe, Ornelas desenvolveu um resumo com as informações sobre esse trabalho e enviou para o e-campus.

Então, quem quiser conhecer mais dos elementos desse núcleo de inovação e empreendedorismo do campus Curitiba da UTFPR, é só seguir esta leitura:

O que é, como funciona e quais projetos estão pré-incubados do Hotel Tecnológico (HT)?

O Hotel Tecnológico é uma pré-incubadora, que abriga, pelo período de um ano sendo renovável por mais um ano (total até dois anos), projetos e ideias com ênfase em tecnologia e inovação. Apoia comunidade interna, geralmente com trabalhos oriundos de pesquisa de iniciação científica e TCCs. Podem participar alunos, ex-alunos e demais membros da comunidade interna – pelo menos um integrante precisa ser da comunidade interna. É cedido à equipe (após firmar Contrato de Utilização): espaço compartilhado de 73m², cobra-se taxa mensal de manutenção do espaço (até 100 reais) e apoio administrativo, técnico e comercial. O empreendimento pré-incubado poderá ser graduado quando apresentar protótipo e/ou produto validado pelo coordenador do HT; ou estar apto para atuar no mercado legalmente, quando recebe a certificação de graduação.

O HT foi inaugurado em 1997, já hospedou 99 projetos.

Hoje temos  4 projetos pré-incubados e 10 participantes. São eles: 3D Solutions, Cyber Seed, Engeflux e Muda.

O que é, como funciona e quais projetos estão incubados na Incubadora de Inovações Tecnológicas (IUT)?

Incubadora de Inovações Tecnológicas apoia empreendimentos de base tecnológica, empresas de base tecnológica da comunidade interna e externa, por até 60 meses, sendo renovável anualmente. Ela oferece espaço físico salas de 35m² e 70m², computador com acesso à Internet, impressora e telefone fixo (de uso compartilhado), material de secretaria, laboratórios, manutenção de equipamentos, endereço postal e endereço de Correio Eletrônico.

Além da assessoria de gestão, também é viabilizada a participação dos incubados em treinamentos, eventos, cursos e seminários. O valor da taxa varia entre 400 a 800 reais, conforme sua categoria (incubada hospedada ou não e por já ter passado pela fase de pré-incubação). O apoio dado pela IUT aos empreendimentos tem como finalidade dar condições às startups desenvolverem produtos, processos e/ou serviços inovadores que podem ser gerados ou não a partir de resultados de pesquisas aplicadas.

Já foram incubadas 18 empresas, sendo 16 destas atuantes no mercado.

Hoje temos seis empresas incubadas, que geram cerca de 20 empregos, são elas: R2 Rheology Research, Percepção de Risco, PH Engenharia, Prismacolor, SGQL e Tecnogenese.

Apoios Prestados;

•Apoio tecnológico e gerencial às startups;

•Apoio na Captação de recursos financeiros;

•Acesso a laboratórios;

•Marketing e networking.

Oportunidades para Grandes e Médias Empresas:

•Ter parceiros (empresas incubadas) com competência tecnológica e maturidade na gestão;

•Parceria entre empresa, empresa incubada e universidade possibilitam desenvolver novas tecnologias (produtos, processos e/ou serviços) com incentivos fiscais, dependendo da área de atuação (Credenciamento CATI);

Nossa Página:

https://incubadora.ct.utfpr.edu.br/

Empresas Juniores (EJ)

As EJ são entidades jurídicas de direito privado ativas hoje na UTFPR-CT, como associação civil sem fins econômicos e com fins educacionais. Atualmente a UTFPR-CT conta com 6 EJs ativas; são elas:

1.Cacto (2017): Comunicação/Dalic;

2.Cromo Consultoria (2016): Engenharia Mecânica e Mecatrônica/Damec;

3.Econsultoria soluções Sustentáveis (2011): Multidisciplinar/ Multidepartamental foco em Engenharia Ambiental/DAQBI;

4.Estalo Design: Design Gráfico/Dadin

5.Tera (2015): Eng. de Controle e automação/ Eng. Elétrica/ Daelt (foco: eficiência energética)/ Daelt;

6.Tetris (2005) Eng. Civil/ Arquitetura e Urbanismo/Dacoc.

 

Esta matéria foi originalmente publicada em:

https://ecampus.ct.utfpr.edu.br/2020/empresas-juniores-recebem-novas-salas-e-o-espaco-de-inovacao-na-ecoville-chega-a-900m2/