Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Curitiba > Professores do Departamento Acadêmico de Eletrotécnica celebram acordo de cooperação técnica com a empresa NHS Sistemas Eletrônicos

Notícias

Professores do Departamento Acadêmico de Eletrotécnica celebram acordo de cooperação técnica com a empresa NHS Sistemas Eletrônicos

publicado: 19/11/2018 16h45 última modificação: 19/11/2018 16h45

A geração distribuída é uma abordagem em ascensão na qual tecnologias em menor escala são utilizadas para produzir energia próximo aos centros de consumo de energia elétrica, normalmente a partir de fontes renováveis. Com o rápido desenvolvimento e implementação de microgeradores individuais no Brasil, abre-se uma janela de oportunidade para o crescimento dos sistemas eólicos de pequeno porte para utilização em sistemas híbridos de cogeração. Sabe-se que os sistemas solares têm a produção concentrada durante o dia, enquanto há incidência de radiação solar. Já os sistemas eólicos podem gerar energia tanto durante o dia como a noite.

Com foco neste tema, no final de mês de outubro de 2018 foi celebrado o Acordo de Cooperação Técnica entre a Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), a empresa NHS Sistemas Eletrônicos LTDA e a Fundação de Apoio a Universidade Tecnológica Federal do Paraná (FUNTEF-PR). O acordo é baseado na Lei de Informática (regulamentada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações - MCTIC) que estabelece que as empresas que invistam em atividades de pesquisa, desenvolvimento e inovação (PD&I) no país poderão pleitear isenção ou redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para bens de informática e automação.

O projeto de PD&I, intitulado “Desenvolvimento de conversores de estágio único para gerador eólico em um sistema de coogeração híbrido para microgeração”, será realizado pelos professores Amauri Amorin Assef, Alceu André Badin, Roger Gules, Eduardo Felix Ribeiro Romaneli e Daniel Flores Cortez do Departamento Acadêmico de Eletrotécnica (DAELT). Com o objetivo de alcançar resultados voltados à inovação tecnológica, propõe-se a integração de um sistema eólico a um sistema solar, permitindo um melhor aproveitamento do equipamento para injeção de uma quantidade maior de energia na rede elétrica. O acordo prevê o repasse total em 3 anos de R$ 780.645,40 para a UTFPR, sendo previsto R$ 119.240,00 para compra de material e o restante para o pagamento de bolsas de estágio, pós-graduação e professores pesquisadores.