Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Dois Vizinhos > Inovação
conteúdo

Notícias

Inovação

Acadêmicos do curso de Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia da UTFPR câmpus Dois Vizinhos se destacam em editais estaduais e nacionais de Inovação
publicado: 24/10/2019 14h49 última modificação: 24/10/2019 14h49

Programa Sinapse da Inovação – Paraná

A Diretoria Executiva da Fundação Araucária divulgou no último dia 15 de outubro, o resultado final das startups aprovadas na Primeira Edição do Programa Sinapse da Inovação – Paraná.  De acordo com o portal do Programa Sinapse da Inovação, foram 1851 ideias inovadoras recebidas de todo o estado do Paraná. Ao final, 100 ideias foram aprovadas.

O município de Dois Vizinhos teve dois projetos aprovados que receberão até quarenta mil reais em subvenção econômica da Fundação Araucária e capacitação e suporte para desenvolverem seus produtos e negócios. Dentre os contemplados está a Biocompósitos – materiais de fontes renováveis, projeto idealizado pelos acadêmicos Alisson Roegelin Dos Santos e Matheus De Almeida Loureiro e o professor do curso de Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR-DV), Francisco Menino Destefanis Vitola,  e que apresenta um modelo de negócio inovador com o crescimento de fungos comestíveis em resíduos agroindustriais, a fim de substituir uma gama de produtos que, atualmente, são majoritariamente produzidos de derivados do petróleo. 

Os produtos propostos pela Biocompósitos têm em vista reduzir a excessiva geração de lixo plástico urbano, ao mesmo tempo em que propõe uma adequada destinação aos subprodutos agroindustriais, os quais diversas vezes são destinados inapropriadamente. Dessa forma, o projeto contribui largamente com a Agenda 2030, pois abrange os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável 3, 8, 9, 11, 12, 14 e 15.    

Os integrantes da Biocompósitos estão participando também de outros editais, como Beyond Packing da Coca-Cola Brasil, Cooperforte 2019, Wow Aceleradora, Conecta Startup (promovido pelo CNPQ, que busca solucionar problemas de diversas empresas, dentre elas: Grupo Boticário, FIAT Automóveis Brasil, 3M, L’oreal Brasil, Whirlpool e Natura) e LAB Habitação, um programa parceiro das marcas Tigre Brasil, Votorantim e Vedacit, apoiado pela Caixa Econômica Federal. 

Agora, os acadêmicos e o professor do curso de Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia da UTFPR-DV têm até dia  12 de dezembro de 2019 para constituírem seu CNPJ. Feito isso, estarão aptos a receber a subvenção do Programa Sinapse da Inovação e a iniciar suas atividades.  

 

Beyond Packaging da Coca-Cola Brasil

O projeto Biocompósitos – materiais de fontes renováveis também está participando do Programa Beyond Packaging da Coca-Cola Brasil, uma iniciativa da Companhia para diminuir a quantidade de plásticos de sua cadeia produtiva, tendo como foco o “lixo zero”. O programa selecionou 20 projetos em âmbito nacional para segunda etapa e a Biocompósitos foi classificada. Caso seja contemplada, a Biocompósitos poderá receber um aporte de até 150 mil reais para a construção de um Mínimo Produto Viável (MPV) junto à Coca-Cola. 

 

Hotel Tecnológico da UTFPR-DV

Desde setembro de 2019, o projeto Biocompósitos está protocolado no Hotel Tecnológico da UTFPR-DV, uma pré-incubadora que hospeda, atualmente, quatro projetos de empreendimentos inovadores. Semanalmente, os integrantes dos projetos pré-incubados recebem consultorias e capacitações para que amadureçam suas ideias de negócios. Dentre os que recebem capacitações e consultorias, estão também duas Empresas Júnior, uma de Engenharia Florestal e uma de Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia, mostrando o potencial empreendedor do câmpus Dois Vizinhos da UTFPR.

Além disso, os membros da Biocompósitos possuem numa “vaquinha on-line” na plataforma Benfeitoria para arrecadar recursos para aquisição de equipamentos necessários para a operação do projeto, suprindo o que os incentivos de editais não permitem comprar.

Gostou do projeto? Quer saber mais? Acesse o site da Biocompósitos. Quem sabe você não começa a ver essa alternativa no mercado e a ajudar o meio ambiente? Afinal, pequenas ações geram grandes resultados.