Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Dois Vizinhos > Sinapse de Inovação
conteúdo

Notícias

Sinapse de Inovação

Oito projetos de discentes e docentes da UTFPR Câmpus Dois Vizinhos estão entre os 300 selecionados na Fase 1 do Programa Sinapse de Inovação do Paraná
publicado: 11/06/2019 09h29 última modificação: 11/06/2019 19h59

A UTFPR foi a instituição que mais submeteu projetos para esta edição do programa Sinapse de Inovação, realizado pela Fundação Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras (Certi). O evento acontece desde 2008 e, neste ano, será realizado no Paraná, pelo Governo do Estado, através da Fundação Araucária e Celepar, com apoio do Sebrae e Fiep. Ao todo, o Paraná contou com o envio de 1.851 ideias recebidas de 265 municípios, sendo considerado o Estado com maior número de submissões.  O recorde anterior havia sido registrado por Santa Catarina, em 2017, com 1.791 propostas de 113 cidades. Só da UTFPR foram 183 projetos inscritos na edição de 2019.

 “Faz parte do DNA da nossa universidade a aplicação do conhecimento em forma de produto, em função deste caráter essencialmente tecnológico voltado à inovação”, explica o professor da UTFPR e presidente do Conselho Paranaense de Pró-reitores de Pesquisa e Pós-graduação, Valdir Fernandes.

 O Sinapse Inovação é um programa de incentivo ao empreendedorismo inovador criado para transformar ideias em negócios de sucesso.

No dia 10 de junho foi divulgado o resultado preliminar da Fase 1 dos 300 projetos selcionados. Do câmpus Dois Vizinhos, foram selecionadas 08 ideias conforme segue:

  •  Archetype: Prototipagem e modelagem - Rodrigo dos Santos Letier, Eloisa Soares Santos, Leonardo de Vargas Rizelo e Yuri Kauan Zulkowski, discentes do curso de Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia da UTFPR-DV;
  • Biocompósitos: Materiais de fontes renováveis – Matheus de Almeida Loureiro e Alisson Roegelin dos Santos, discentes do curso de Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia; prof. Dr. Francisco Menino Destéfanis Vítola da UTFPR-DV;
  • Bionutri: Soluções sustentáveis em ração - profa. Dra. Michele Potrich e profa. Dra. Patrícia Rossi da UTFPR-DV; prof. Dr. Flavio Endrigo Cechim e prof. Me. do IFPR câmpus Quedas do Iguaçu; Marcelo Rizzotto da Lanali laboratório de Análises de Alimentos;
  • Cerveja fermentada por kombucha com adição de butiá e lúpulo do Paraná: Fernanda Aparecida Mattei, mestranda do PPGBIOTEC; Ricardo Carlos Gaio da Agropecuária GAIO; prof. Me. Dionatan Augusto Guimarães Cieslak e profa. Dra. Andréia Anschau da UTFPR-DV;
  • Dados Agrometeorológicos Inteligentes – IoT: Leonardo de Lima Henning, discente do curso de Agronomia da UTFPR-DV; prof. Dr. Alfredo de Gouvea da UTFPR-DV; prof. Hector Felipe Cabral do Colégio Leonardo da Vinci de Dois Vizinhos;
  • Medidor eletrônico de produção leiteira: Giandro Henrique Masson da Leigado e Karina Thomazi da Leigado; Jucemara Rosler, discente do curso de Zootecnia da UTFPR-DV;
  • NUTRIXPERT: João Paulo de Oliveira Almeida, Danilo Silva Amorim e Leonardo Dall'Asta Krüger, discentes do curso de Engenharia de Software da UTFPR-DV; Adriana Gonçalves Silva, discente do curso de Nutrição da UFFS;
  • ProFlora Tecnologia e Soluções Florestais: José Agostinho da Rosa Jr e Pedro Henrique Lagos de Andrade, discentes do curso de Engenharia Florestal da UTFPR-DV; Felipe Frizon, discente do curso de Engenharia Mecânica da UFTPR-PB; prof. Álvaro Boson de Castro Faria da UTFPR-DV.

 

Além disso, outros 02 projetos de egressos do câmpus estão entre os classificados:

  • ROSE - Plataforma comunitária para contratação de guias turísticos: Ciro Duarte De Paula Costa, Engenheiro Florestal pela UTFPR-DV.
  • Severidade: Vinicius Tadeu Franceschi, mestre em Agroecossistemas da UTFPR-DV.

 

O processo de avaliação foi feito por mais de 80 especialistas, seguindo os 3 critérios estipulados pelo edital: Potencial inovador, Problema ou Oportunidade de Mercado e Equipe Empreendedora. Cada proposta foi avaliada por dois especialistas com competências técnicas e de mercado. Além disso, nos casos onde houve uma diferença superior a 20% entre as notas dos dois avaliadores, as ideias foram avaliadas ainda por um terceiro especialista que atuou como árbitro.

 

Fases seguintes

Na segunda fase serão submetidos os projetos de empreendimento de 24 de junho a 8 de julho. O resultado será divulgado em 12 de agosto. A última fase receberá os projetos de fomento de 12 a 26 de agosto. A divulgação do resultado final acontece até 7 de outubro.

Durante as três fases da seleção, os proponentes receberão capacitações presenciais ou on-line, com o intuito de alinhar alguns conceitos importantes, para que possam aprimorar suas ideias e projetos.  Serão contemplados até 100 projetos de inovação com recursos de até 40 mil reais como subvenção econômica.

O prazo para constituição da empresa e entrega de documentação para contratação na Fundação Araucária será até 6 de dezembro. A contratação das empresas ocorrerá até 24 de janeiro de 2020. A pré-incubação das empresas contratadas acontece de 27 de janeiro a 27 de julho de 2020. A avaliação técnica final será a partir de 28 de julho 2020.