Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Francisco Beltrão > Plantando Vida

Notícias

Plantando Vida

Premiação aos vencedores de 2017 e lançamento 2018
publicado: 09/03/2018 13h57 última modificação: 09/03/2018 13h57
Alunos das Escolas do Campo premiados com voos panorâmicos.

Alunos das Escolas do Campo premiados com voos panorâmicos.

Os protagonistas do projeto Plantando Vida, alunos das escolas de campo do município de Francisco Beltrão, se reuniram juntamente com os coordenadores das escolas e com o grupo gestor do programa para receber a premiação referente aos trabalhos realizados no ano de 2017. Na oportunidade, com a presença de autoridades, também foi assinado o acordo para a continuidade do projeto em 2018. O encontro aconteceu no anfiteatro da UTFPR de Francisco Beltrão, parceiro do Plantando Vida, na quinta-feira (8), às 19h30.

O Projeto tem como objetivo contribuir com a educação ambiental nas escolas de campo, o fornecimento de árvores nativas para a produção de mudas no viveiro municipal e a integração entre as instituições participantes, professores, alunos e comunidade. Durante o ano são realizadas diversas ações neste sentido. Dentre elas os acadêmicos do curso de Engenharia Ambiental da universidade ministram palestras de conscientização, sobre mata ciliar, além de minicursos e oficinas de proteção de fontes. Os alunos das escolas de campo também participam de uma gincana para coleta de sementes e as escola e alunos com melhor resultado são premiados.

 Lançamento Projeto 2018

Ainda durante a solenidade houve o lançamento do Projeto para o ano de 2018. Compuseram a mesa das atividades o diretor-geral da UTFPR de Francisco Beltrão, Alexandre Alfaro, o Governador do Distrito 4640 de Rotary International Eduardo Toshimitshu, o presidente do Ano Rotário 2016/2017 do Rotary Clube de Francisco Beltrão III Milênio, Carlos Sutile, o Secretário de Meio Ambiente, Adriano Roberto David e a Secretaria de Educação, Rosa de Fatima Fiorentin Vandresen que representou a administração municipal. Assinaram ainda o termo de cooperação técnica o professor da UTFPR e representante do grupo gestor, Hernan Vielmo.

 O diretor-geral da UTFPR destacou que o projeto já rendeu muitos frutos para a comunidade e região por meio da disponibilização de mudas, por meio da educação ambiental e do trabalho feito junto às escola. “Este é um trabalho belíssimo, sabemos da importância do projeto e reafirmamos que a UTFPR se sente muito feliz em estar presente e poder participar efetivamente com ações dos cursos de Engenharia Ambiental e certamente no que os outros cursos poderem eles irão também contribuir”, afirmou.

Em nome do grupo gestor o professor Hernan Vielmo traçou um histórico do projeto e enfatizou todo o trabalho realizado desde o início do projeto em 2005, apresentando os resultado alcançados e as perspectivas futuras. Entre os temas das palestras estão inclusas a proteção de fontes, recuperação de áreas degradadas, mata ciliar, fossa séptica biológica e resíduos sólidos.

 Premiação 2017

Na oportunidade foi entregue a premiação da gincana realizada durante o ano de 2017. Neste ano, o primeiro lugar foi entregue à Escola Municipal Parigot de Souza, classificada e a escola Epitácio Pessoa da Comunidade do Jacaré. O terceiro lugar ficou com a Escola Municipal Basilio Tiecher da Comunidade de São Pio X. A Escola Municipal Deni Lineu Schwartz da Comunidade de Ponte Nova do Cotegipe ficou com o quarto lugar. Em quinto lugar ficou a Escola Nossa Senhora De Fatima,  da Comunidade de Nova Concordia. Em sexto lugar, Escola Municipal  Irmão Cirilo,

Os alunos que se destacaram na gincana ganharam um voo panorâmico, em parceria com o aeroclube de Francisco Beltrão, foram eles:

Da Escola Parigot de Souza, os alunos João Gutt e Laura Scmoller;      

Da Escola Epitácio Pessoa, os alunos Gabriela Citadin Polita e Alex Murilo Fieira;

 Da  Escola Basilio Ticeher, os alunos Rodrigo Tres e Elias Felipe Felisberto;

 Da  Escola Deni Lineu Schwartz, os alunos Camila Massoti e Angelica Vieira da Silva;

 Da Escola Nossa Senhora de Fatima, os alunos Igor Possamai e Amy Valendorff;

 Da escola Irmão Cirilo, os alunos Eduardo Welter Ragievicz e Leonardo Zamboni Kunz.