Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Geral > Alunos da UTFPR vencem torneio de Counter Strike
conteúdo

Notícias

Alunos da UTFPR vencem torneio de Counter Strike

publicado: 30/09/2019 15h44 última modificação: 30/09/2019 15h44
Alunos vencedores do torneio de CS (Foto: Divulgação)

Alunos vencedores do torneio de CS (Foto: Divulgação)

GG, UTFPR!  

A galera do Câmpus Pato Branco mandou ver e consquistou o torneio de Counter Strike Global Offensive (CS:GO), que aconteceu na Geek City, o maior evento de cultura pop e tecnologia do sul do país.  

A final do campeonato foi disputada entre duas equipes que estavam no evento representando a UTFPR: a equipe Fúria, de Cornélio Procópio, e a equipe Patos, de Pato Branco, que saiu vencedora com o placar de 2x0. A decisão aconteceu em uma disputa de melhor de três, na qual o time Patos venceu as duas primeiras partidas. 

O time faz parte da Associação Atlética Acadêmica das Engenharias e é formado pelos alunos Osni Venancio Dorini Romero e João Vitor Ildebrando Faggion, de Tecnologia em Análise de Desenvolvimento de Sistemas, João Bernardo Bresolin, de Engenharia Elétrica, Vinicius Piassa Benetti, de Engenharia Civil, e Gustavo Henrique Viola, de Agronomia. 

A equipe Patos surgiu dentro da própria universidade, e uniu estudantes de diversos cursos. Osni, um dos membros, conta que antes da Patos ser formada, já existiam pessoas no Câmpus Pato Branco que se conheciam por jogar Counter Strike e que participavam de torneios internos. Foi em 2017, com a chegada da segunda edição do Torneio Universitário de E-Sports (TUES), que a equipe foi formada para entrar na competição. “Foi criado um formulário do Google e divulgado nos grupos e páginas do Facebook da UTFPR Pato Branco e da Atlética de Engenharias. Depois, foram feitas algumas partidas para ver quem de fato se sobressaia e foram selecionados os seis melhores. Inicialmente entrei como reserva, mas no decorrer do TUES fui escalado como titular. Fomos campeões do TUES nesse semestre”, explica. 

Depois da primeira vitória no TUES, a equipe participou de outras quatro edições do torneio, conquistando três vitórias no total. Como premiação de um desses eventos, o time participou de um desafio universitário em Portugal, com todas as despesas pagas pela organização do campeonato. Além disso, a Patos venceu ainda a primeira edição do Campeonato Brasileiro dos Estudantes (CBE), organizado pela Kalunga, e levaram o prêmio de R$ 10 mil. 

Gustavo, que também faz parte da equipe, comenta que a tarefa de conciliar a vida acadêmica e profissional com os treinos de CS é um desafio enorme, já que ele passa os períodos da manhã e da tarde na Universidade. Para Osni, o desafio também existe: “Eu faço estágio de manhã, trabalho à tarde, e vou para a faculdade à noite. O tempo pra treinar é quase inexistente”, afirma. Ele diz também que é complicado encontrar um horário que todos os meninos do time possam treinar juntos. O aluno explica que, para solucionar esse problema, os integrantes gravam vídeos de seus próprios treinos e enviam para os demais, de forma que todos conheçam e aprendam novas táticas de jogo.

Osni relata que a importância de estar na equipe vai muito além dos torneios. “Quando entrei na UTFPR, eu não tinha amigos e muito menos sabia se de fato eu queria o meu curso, e ia para a faculdade por obrigação. Depois que entrei para o time e começamos competir e evoluir juntos, ganhar reconhecimento e gratificação de pessoas que nem conhecíamos, eu comecei a criar um vínculo muito forte com a UTFPR e com meus parceiros de time, que hoje considero irmãos para a vida toda”, declara. 

Desde o dia 15 de setembro, o time Patos está participando do TUES 2019. Caso cheguem às finais, os competidores irão disputar o título em uma partida ao vivo na Comic Con São Paulo 2019, em dezembro.