Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Geral > Comunicação Organizacional tem sua primeira defesa de dupla diplomação
conteúdo

Notícias

Comunicação Organizacional tem sua primeira defesa de dupla diplomação

Portugal

publicado: 16/12/2019 13h22 última modificação: 16/12/2019 13h26
Banca de defesa de dupla diplomação realizada no IPP, em Portugal (Foto: Divulgação)

Banca de defesa de dupla diplomação realizada no IPP, em Portugal (Foto: Divulgação)

O curso de Comunicação Organizacional da UTFPR teve sua primeira dissertação defendida no âmbito do acordo de dupla diplomação firmado entre UTFPR e Instituto Politécnico de Portalegre (IPP), em Portugal. Apresentado a aprovado no último dia 10, a pesquisa foi realizada pelo estudante Claudinei Lopes Junior e abordou a intertextualidade nos enunciados discursivos nos cinco episódios da primeira temporada da série Super Drags, produzida e distribuída em uma plataforma de streaming, no ano de 2018.

Em sua pesquisa, o aluno destacou a discussão sobre as mudanças impelidas ao gênero ficcional seriado, que se estabelece como um ponto importante para uma contextualização da extensão do objeto de estudo, configurado como um produto cultural audiovisual. “Em uma tentativa de compreender as escolhas narrativas e discursivas da série e de suplementar a parte analítica da pesquisa, observou-se o embate entre o que a regulação de gênero e de sexo impelem como aceito e aquilo que a Teoria Queer defende, que nada mais é do que a subversão em nível social, cultural e político da dominação do sistema binário, em que sexualidade e gênero estão encaixados”, comenta. Após a defesa, o Júnior passa a ser mestre pelo IPP e bacharel em Comunicação Organizacional pela UTFPR.

Com enfoque na área de Mídia e Sociedade, a dissertação foi defendida perante uma banca mista, composta pelos professores Adriana Mello Guimarães e Fabio Mario da Silva, pesquisadores do Centro de Literaturas e Culturas Lusófonas e Europeias, da Faculdade de Letras, da Universidade de Lisboa; e Carolina Fernandes da Silva Mandaji, do Departamento Acadêmico de Linguagem e Comunicação do Câmpus Curitiba - e que também atuou como coorientadora da pesquisa.

Segundo o professor Camilo Catto, coordenador do Curso de Comunicação Organizacional, desde o início da graduação, os estudantes são estimulados a participarem de todas as possibilidades disponíveis na Universidade, a exemplo de grupos de pesquisa, empresa júnior, iniciação científica, mobilidade nacional e internacional e dupla diplomação. “Essas iniciativas contribuem para ampliar e fortalecer os conhecimentos e aprendizados, impactando diretamente na formação profissional”, ressalta.

Atualmente, os alunos de Comunicação Organizacional da UTFPR têm a possibilidade de participar do programa de Dupla Diplomação no IPP; de programas de Mobilidade Estudantil Internacional em várias instituições da Europa e da Ásia; e do programa de Mobilidade Acadêmica Nacional na Universidade de Brasília (UnB), primeira IES a ofertar o curso homônimo no Brasil. Outros três alunos de Comunicação Organizacional que realizam dupla diplomação em Portugal devem defender suas dissertações de mestrado até o próximo mês de janeiro.