Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Geral > Couni aprova mudanças no regulamento do plano de saúde
conteúdo

Notícias

Couni aprova mudanças no regulamento do plano de saúde

Servidores

publicado: 10/12/2019 17h05 última modificação: 10/12/2019 17h17
55ª Reunião Extraordinária do Couni (Foto: Decom)

55ª Reunião Extraordinária do Couni (Foto: Decom)

O Conselho Universitário da UTFPR (Couni) aprovou na sexta-feira (6), em sua 55ª reunião extraordinária, alterações no regulamento do plano de saúde dos servidores da Universidade. O objetivo é fazer adequações legais e regulamentares visando melhorar a sustentabilidade financeira e eficiência do benefício.

Entre as principais mudanças está a instituição das contribuições mensais dos servidores como a fonte de custeio do plano. Segundo o novo regulamento, a utilização de recursos orçamentários da UTFPR para este fim será de caráter excepcional e esporádico, devendo, em caso de ocorrência, ser ressarcido no prazo máximo de até seis meses.

Ficou ainda estabelecida a contribuição de 20% sob todas as consultas realizadas pelo beneficiário. Outro incremento na proposta aprovada diz respeito ao reajuste anual do valor das mensalidades de acordo com o IPCA – Planos de Saúde – IBGE.

“Observa-se que a nova proposta de regulamento do Plano de saúde buscou atualizar a sua operacionalização de acordo com as normas vigentes, mantendo a preocupação de atender a todos os servidores ativos e aposentados da UTFPR, bem como de seus dependentes e pensionistas de forma isonômica e, ao mesmo tempo, viabilizar a sua sustentabilidade financeira”, destacou Sandroney Fochesato, relator do processo no Couni e pró-reitor de Planejamento da UTFPR.

As mudanças aprovadas poderão ainda passar por modificações futuras a partir dos estudos que serão conduzidos por uma comissão do próprio colegiado. "Queremos manter um plano de saúde de qualidade e com sustentabilidade financeira. O Couni tem a representatividade e legitimidade necessária para realizar um estudo ainda mais completo em torno do nosso plano", comenta o presidente do conselho, reitor Luiz Alberto Pilatti.

Sobre o plano

O Plano de Assistência Médico-Hospitalar e Laboratorial da UTFPR foi aprovado pelo Conselho Diretor em 1994, período em que a instituição era Centro Federal de Educação Tecnológica do Paraná (Cefet-PR). O objetivo foi e ainda é prover assistência à saúde a servidores ativos, aposentados, respectivos dependentes e pensionistas.

O plano da UTFPR é cooperado e mantido pela contribuição financeira de seus integrantes e pelo uso racional dos benefícios. O valor varia de acordo com a faixa salarial em uma escala crescente, sendo proporcional à remuneração do titular.

Com a contratação deste ou de outro plano, o servidor recebe em seu contracheque o ressarcimento à assistência à saúde suplementar per capita, incluindo dependentes, conforme a idade do beneficiário. O intuito do auxílio é reduzir o valor efetivamente pago pelo titular para manutenção do plano. Os servidores podem verificar o valor reajustado e subtrair pelo valor de ressarcimento para saber qual será o real custo a pagar.