Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Geral > Divulgação Científica > Aluna publica artigo de como um estudante de licenciatura encarou o desafio
conteúdo

Notícias

Aluna publica artigo de como um estudante de licenciatura encarou o desafio

Estudo na pandemia

publicado: 17/11/2020 11h28 última modificação: 17/11/2020 11h31
(Imagem: Freepik)

(Imagem: Freepik)

Um artigo feito pela aluna do curso de Licenciatura em Química do Câmpus Londrina, Fabiana Yamamoto, com orientação dos professores Cristiane Beatriz Dal Bosco Rezzadori (UTFPR) e Alexandre Luiz Polizel (UEL) foi premiado no XXV Encontro Nacional de Ensino, Pesquisa e Extensão (ENEPE 2020), realizado em outubro pela Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE). O trabalho ganhou a segunda colocação na categoria Graduação da Área de Ciências Humanas e Sociais.

O estudo realizou uma avaliação de como um aluno, com suas subjetividades já construídas, enfrentou o processo de ensino durante o período de pandemia. O trabalho “A docência pela ótica de um licenciando em química: julgamentos, vivências e sonhos em tempos pandêmicos” foi desenvolvido em pesquisa de iniciação científica para o Grupo de Estudos e Pesquisas em Educações, Narrativas, Culturas e Ciências (GEPENC).

A aluna realizou uma pesquisa com um estudante que havia recém ingressado para a UTFPR, vindo da cidade de Palmas para Londrina, também para o curso de Licenciatura em Química. Ele teve apenas duas semanas de aulas presencialmente no Câmpus e enfrentou a suspensão do período letivo devido à pandemia. O estudo realizou várias entrevistas com o aluno para entender sua história de vida até aqui e compreender os efeitos da formação-tempo para este período.

De acordo com o estudo, as narrativas de cada um nos ajudam a compreender como as subjetividades dos sujeitos são criadas durante seu percurso formativo e são importantes para o ato de escuta. Como seria então o processo de ensino neste período?

Segundo a aluna, elas (narrativas) nos ajudam a pensar a constituição, as potencialidades e curricularidades dos sujeitos. “Garantir este tipo de escuta em tempos pandêmicos é um desafio”, relata em seu artigo.

“Com isso, podemos compreender melhor como se dá a construção de um futuro docente e quais foram as suas motivações para trilhar essa carreira, seus julgamentos da profissão, a entrada no Magistério e finalmente o ingresso na Universidade. Podemos nos aproximar mais das histórias reais dos futuros docentes”, explica.

O artigo relata a história de vida de Pedro até o momento de entrar para a Universidade, a sua realização e expectativa com o primeiro dia de aula e a informação da pandemia como interrupção temporária deste período e como isso refletirá no seu futuro docente.

“Nosso objetivo foi compreender as subjetividades construídas a partir de eventos durante a vida de Pedro. Não apenas compreender como elas se deram, mas também, quais foram os acontecimentos em sua vida que contribuíram para a construção de suas trajetórias formativas-constitutivas.”, finaliza Patrícia.

O Prêmio

O objetivo do prêmio é dar visibilidade, ampliar a divulgação e premiar os trabalhos de maior relevância para o desenvolvimento e bem-estar da sociedade nas quatro grandes áreas do conhecimento: Ciências Agrárias, Ciências Exatas e Engenharias, Ciências Humanas e Sociais Aplicadas e Ciências Biológicas e da Saúde. O tema desta edição foi Inteligência Emocional e Autodesenvolvimento.