Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Geral > Divulgação Científica > Convênio trará possibilidades de novas pesquisas para Câmpus Londrina
conteúdo

Notícias

Convênio trará possibilidades de novas pesquisas para Câmpus Londrina

Zircônia

publicado: 27/06/2019 10h56 última modificação: 27/06/2019 10h57
Convênio possibilitará pesquisas para blocos de zircônia

Convênio possibilitará pesquisas para blocos de zircônia

Um convênio de pesquisa desenvolvido no Câmpus Londrina, destinado à produção de “Blocos de Zircônia Translúcida para Aplicação Odontológica”, está gerando novas pesquisas e parcerias na região. O acordo foi firmado em 2015, entre a Funtef, o BNDES e a empresa Angelus. A técnica de prótese dentária fixa com zircônia, também conhecida como próteses dentárias sem metal (metal-free), trouxe novas possibilidades e soluções estéticas para a área odontológica.

No Câmpus, os trabalhos são coordenados pelos professores de Engenharia de Materiais, Márcio Florian (coordenador geral do projeto) e Luiz Eduardo de Carvalho (coordenador técnico). Segundo o professor Florian, a parceria beneficiará a UTFPR nas pesquisas, além de favorecer a aproximação da Universidade com a Indústria, ao oportunizar o desenvolvimento de um produto aplicado na área de saúde, ampliando a possibilidade de outras parcerias com a indústria local e regional.

Os recursos, no valor de R$ 3 milhões, viabilizaram o desenvolvimento de uma tecnologia para obtenção de blocos de zircônia translúcida para uso em sistemas CAD/CAM (tecnologia para desenho de prótese em computador), na fabricação de próteses fixas, unitárias ou múltiplas sobre dentes, e implantes em odontologia restauradora.

O convênio viabilizou também a construção de um bloco de pesquisa para o desenvolvimento do projeto e a compra de equipamentos importados de alto custo. Em julho deste ano, ao finalizar o projeto, o bloco será transferido ao patrimônio da UTFPR, além de todo o desenvolvimento de recursos humanos dos pesquisadores envolvidos, com oferta de bolsas de pesquisas para alunos de graduação, entre outros benefícios para a Instituição e sua comunidade acadêmica, a fim de dar prosseguimento às pesquisas.