Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Geral > UTFPR dá inicio ao planejamento das atividades do programa com a UTC e indústrias
conteúdo

Notícias

UTFPR dá inicio ao planejamento das atividades do programa com a UTC e indústrias

Engenheiro 3i

publicado: 22/11/2017 12h25 última modificação: 23/11/2017 13h40

A abertura oficial dos trabalhos de implementação do programa Engenheiro 3i foi realizada nesta terça-feira (21), na sala de reuniões do Couni em Curitiba. O programa é um convênio entre a UTFPR e a Universidade de Tecnologia de Compiègne (UTC), na França, com o objetivo de oferecer ao engenheiro do futuro a oportunidade de ampliar a sua formação tendo como foco os 3i: indústria, inovação e interculturalidade.

Neste encontro, além dos envolvidos pela realização do projeto, estavam presentes o reitor Luiz Alberto Pilatti, os professores da UTC Bruno Ramond, Gilles Morel e Thierry Gidel, o coordenador do programa, Décio Estevão do Nascimento, o vice-presidente da Renault Brasil, Alain Tissier, o diretor Industrial da Kuhn do Brasil, Nicolas Guillou, o gerente da ThyssenKrupp, Luciano Farias, e o representante do Sistema Fiep/Senai, Jorge Augusto Pessato Modadori.

Nesta primeira edição, o convênio ofertará seis vagas e estará restrito aos alunos dos cursos de Engenharia Civil, Engenharia de Computação, Engenharia de Controle e Automoção, Engenharia Elétrica, Engenharia Mecânica, e Engenharia Mecatrônica do Câmpus Curitiba. A duração do programa para os estudantes selecionados será de fevereiro de 2018 até julho de 2020.

Entre as condições para participar do programa, está a de que aluno de alguns dos cursos já citados deve estar cursando sexto ou sétimo período, ter coeficiente de rendimento escolar igual ou superior a 0,7, não possuir mais de duas reprovações até o momento da inscrição, e comprovar conhecimento dos idiomas francês e inglês equivalentes ao no mínimo nível B1, conforme o QECR/ECF (Quadro europeu comum de referência / European Common Framework of Reference for Languages). A primeira seleção foi realizada entre os meses de outubro e novembro.

Para o reitor Pilatti este é o projeto que fará a diferença em toda a instituição, já que a Tecnológica é a universidade brasileira com maior entrada e oferta de engenheiros do País. “O programa criará uma nova forma de preparar o engenheiro para o futuro. Um profissional capaz de empreender. Tenho certeza que este projeto servirá de referência para outras universidades”, destaca.

Outras informações podem ser encontradas na página do Programa.