Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Geral > Projeto da UTFPR ganha prêmio nacional de Tecnologias Sociais
conteúdo

Notícias

Projeto da UTFPR ganha prêmio nacional de Tecnologias Sociais

Toledo

publicado: 18/10/2019 17h08 última modificação: 21/10/2019 10h22
Exibir carrossel de imagens Aluno e do professor recebendo a premiação | Foto: FBB

Aluno e do professor recebendo a premiação | Foto: FBB

O Prêmio Fundação Banco do Brasil (FBB) de Tecnologia Social foi concedido ao projeto da aluna Isabelle Costa e do professor Ricardo Schneider do Câmpus Toledo da UTFPR, na última quarta-feira (16), em Brasília.

A premiação aconteceu em reconhecimento à pesquisa Reuso de resíduos vítreos de aterros sanitários: meio ambiente e renda. O projeto realiza a reciclagem e a reutilização de restos de vidraçarias comerciais na construção civil, de um modo sustentável e com baixo custo.

"No momento, nós temos uma parceria com uma empresa pública que presta serviços para a prefeitura. Lá, iniciamos os primeiros testes de aplicação do vidro em elementos de concreto. Hoje, temos bancos instalados aqui no município de Toledo e também produzimos alguns meios-fios, feitos a partir desse material", conta Isabelle.

“Desde o início, nosso foco é ajudar a cooperativa, otimizar a produção dos nossos parceiros e gerar uma benfeitoria ao meio ambiente”

Entre os 800 projetos inscritos, a UTFPR conquistou a primeira colocação na modalidade “Meio Ambiente”, em três subcategorias do Prêmio, recebendo o total de R$70 mil. 

Assim, os pesquisadores ganharam o prêmio principal no valor de R$50 mil por decisão da comissão técnica. Também venceram em duas classificações secundárias, cada uma no valor de R$10 mil, em votação dos funcionários do Banco e dos clientes universitários via internet.  “Ganhar triplamente foi uma surpresa, pois nós concorremos com muita gente boa e competente. Foi uma sensação indescritível! É gratificante ver o nosso trabalho sendo reconhecido”, conta a aluna.

 

Material do projeto | Foto: divulgação Homem constrói banco de concreto | Foto: divulgação Banco de concreto pronto em parque | Foto: divulgação
*processo de produção do banco de concreto no projeto

 

Expansão do projeto

Esta foi a segunda vez que o projeto se destacou. A primeira vez foi em 2017, quando recebeu o Prêmio de R$50 mil do Instituto 3M, em São Paulo. “Nesse período, ainda não tínhamos noção do nosso potencial e nem do impacto que a nossa ideia poderia causar. Dois anos depois, o projeto amadureceu. Fizemos parcerias, que foram fundamentais para chegarmos até aqui. E agora alcançamos conquistas ainda maiores”, relata.

O prêmio recebido pelo Instituto 3M foi o investimento inicial necessário para viabilizar a iniciativa. Já o Prêmio da FBB possibilita a continuidade e a expansão do projeto, com o recurso que pode ser aplicado em bolsas e ajustes necessários no maquinário.

Atualmente, a pesquisa é dividida em três vertentes: a substituição da areia por vidro em elementos não estruturais de concreto, a substituição da areia por vidro em pavers e a adição de vidro em cerâmica vermelha. Nesse grupo, as duas últimas se encontram em andamento. “O primeiro objetivo é finalizar esta etapa para chegar a novas soluções, agregando valor à matéria prima, que temos em abundância no aterro sanitário”, diz.

Para a aluna, o projeto tem ampliado as perspectivas de futuro, com temas cada vez mais complexos a serem desenvolvidos em uma dissertação de mestrado, porém com a mesma motivação. “Desde o início, nosso foco é ajudar a cooperativa (de reciclagem), otimizar a produção dos nossos parceiros e gerar uma benfeitoria ao meio ambiente”.

 

 

Mais sobre o Prêmio FBB

A cada dois anos, a Fundação BB realiza a premiação para certificar e premiar tecnologias sociais. Em dez edições, o Prêmio de Tecnologia Social recebeu mais de 7.800 inscrições, elegeu 69 vencedoras. Entre os projetos inscritos na edição deste ano, apenas 123 tecnologias sociais foram selecionados para fazer parte da plataforma digital Transforma FBB. Estiveram presentes na solenidade a primeira dama Michele Bolsonaro, o ministro da Cidadania Osmar Terra, o presidente do BB Rubens Novas, o presidente da FBB, Asclepius Ramatiz e demais autoridades.