Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Geral > Seis alunos da UTFPR participam de intercâmbio no Japão
conteúdo

Notícias

Seis alunos da UTFPR participam de intercâmbio no Japão

Shinshu

publicado: 09/07/2019 08h54 última modificação: 09/07/2019 08h56
Exibir carrossel de imagens Da esq. para dir., Renata Treméa, Maria Eduarda Fuziki, Pedro Romeral, Gustavo Sonoda, Massue Habasaki, Carlos Cziulik, Felipe Kamimura e Guilherme Mattiello | Foto: Felipe Kamimura

Da esq. para dir., Renata Treméa, Maria Eduarda Fuziki, Pedro Romeral, Gustavo Sonoda, Massue Habasaki, Carlos Cziulik, Felipe Kamimura e Guilherme Mattiello | Foto: Felipe Kamimura

Alunos da UTFPR participam do programa de intercâmbio científico Sakura na Universidade de Shinshu, no Japão, nesta semana. Na segunda-feira (8), o grupo foi recebido em solenidade de boas-vindas, junto ao diretor adjunto de relações interinstitucionais, Carlos Cziulik, e à representante da Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Japão, Massue Habasaki.

A recepção foi feita pelo presidente da Universidade de Shinshu, Kunihiro Hamada, pelo vice-presidente, Kiyoshi Tanaka, e pelo diretor do Centro de Educação Global e Colaboração, Yu Senguku.

A viagem de cunho científico e tecnológico se estende até sexta-feira (12), para que os estudantes conheçam grupos de pesquisas e visitem laboratórios e empresas locais.

As passagens aéreas internacionais e despesas com hospedagem e alimentação foram financiadas pela Agência de Ciência e Tecnologia do Japão (JST). “É uma experiência única que contribui para a formação dos alunos no campo da ciência e tecnologia, que pode ampliar as possibilidades de estudos e pesquisas no Brasil e no Japão”, afirma Cziulik.

Entre os 10 alunos que foram selecionados para compor a missão brasileira, seis são da UTFPR, dos Câmpus Cornélio Procópio, Curitiba, Londrina e Ponta Grossa. Da graduação, estão: Felipe Kamimura, da Engenharia de Software, Pedro Romeral e Gustavo Sonoda, da Engenharia de Produção. Já, entre os mestrandos, estão Guilherme Mattiello de Informática, Renata Treméa de Ciência e Tecnologia Ambiental e Maria Eduarda Fuziki de Engenharia Química.

 

Parceria

Desde 2013, acontecem os intercâmbios entre as duas instituições. Por isso, a Universidade de Shinshu escolheu a UTFPR para sediar o primeiro escritório satélite internacional no Brasil, em acordo de cooperação firmado em março neste ano. O objetivo é criar um centro de referência em intercâmbio acadêmico em toda América do Sul para viabilizar oportunidades para alunos, professores e pesquisadores.