Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Geral > Servidores > Publicados editais de afastamento de servidores para pós-graduação
conteúdo

Notícias

Publicados editais de afastamento de servidores para pós-graduação

Stricto Sensu

publicado: 11/02/2020 14h38 última modificação: 11/02/2020 16h29
Editais regulamentam afastamento de servidores para pós-graduação (Imagem: Racool Studio)

Editais regulamentam afastamento de servidores para pós-graduação (Imagem: Racool Studio)

A Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) divulgou os editais para o afastamento integral de servidores para a realização de cursos de pós-graduação stricto sensu ou estágios de pós-doutorado. O período de inscrições fica aberto até 14 de fevereiro.

A seleção de candidatos para o afastamento é feita de acordo com os seguintes critérios, em ordem: 1. Elegibilidade, determinada pelos Art. 5º e 7º da Instrução Normativa Conjunta 01/2019 da PROPPG-Dirgep; 2. Análise de mérito, determinada no Art. 6º da mesma Instrução Normativa e nos itens do Anexo II de cada edital. No caso de afastamento de docentes para estágios de pós-doutorado, especificamente, será aplicado um terceiro critério, o de prioridade, que está definido por no Art. 6º da Instrução Normativa Conjunta 02/2019 PROPPG-Dirgep.

Para concorrer ao seletivo, os servidores devem enviar a documentação exigida nos respectivos editais por meio de processo no Sistema Eletrônico de Informações (SEI), categoria “Geral: Análise e Encaminhamento de Documentos”, para a DIRPPG do câmpus de lotação.

As áreas de conhecimento com vagas para afastamento podem ser conferidas nos respectivos editais: 

Edital para afastamento de servidor docente;
Edital para afastamento de servidor técnico-administrativo.

Os editais destinam-se aos servidores que irão iniciar as atividades de pós-graduação até 16 de julho de 2020. Para os que irão iniciar os cursos no segundo semestre, serão publicados novos editais normativos.

Mudanças na política de afastamento

Os editais fazem parte da nova política de afastamentos dos servidores da universidade, demandada pela publicação do Decreto nº 9.991/19, de 28/08/2019, do governo federal, que dispõe sobre a Política Nacional de Desenvolvimento de Pessoas da administração pública federal direta, autárquica e fundacional, quanto a licenças e afastamentos para ações de desenvolvimento.