Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Geral > UTFPR promove mesa-redonda sobre assédio
conteúdo

Notícias

UTFPR promove mesa-redonda sobre assédio

Transmissão online

publicado: 04/02/2020 14h20 última modificação: 06/02/2020 17h41
Foco em microfone | Foto: Freepik

Foco em microfone | Foto: Freepik

O Programa Institucional UTFPR Mulher promove a mesa-redonda "Você sabe o que é assédio?" em 11 de fevereiro, das 9h30 às 12h, no miniauditório do Câmpus Curitiba. O evento será transmitido gratuitamente via online. A mesa conta com a presença de quatro convidados para debater o assunto, com a moderação da vice-reitora Vanessa Ishikawa Rasoto.

Uma das organizadoras do evento, a aluna Gabrielly Queiroz explica que a discussão contribui para compreender os tipos de assédio existentes, suas diferenças e ainda em quais situações se manifestam. “Às vezes esses comportamentos ou comentários importunam, provocam, humilham, implicam ou perseguem. Outras vezes estão velados em brincadeiras sutis. Portanto, entender estes limites é de suma importância para saber como agir frente a essas situações”, explica.

Para Gabrielly, a ideia é abrir para o diálogo, esclarecer dúvidas e falar sobre a importância do estabelecimento de limites. “Discutir sobre o assédio sempre foi necessário, entretanto, é visto como tabu. O objetivo da UTFPR é trazer à consciência algumas brincadeiras arraigadas que não cabem mais na atualidade para proteger a comunidade acadêmica”, diz.

Conheça os convidados participam do evento:

Laís Leão - egressa de Arquitetura e Urbanismo da UTFPR. É reconhecida pela União Europeia como uma das jovens mais influentes do mundo com o projeto para deixar as cidades mais inclusivas para mulheres.

William Maron - psicólogo e psicanalista, mestre e doutorando em Filosofia na PUC-PR. É também coordenador da pós-graduação em Psicologia Clínica e professor titular da UTP.

Thereza Cristina Cosdal - doutora em Direito pela UFPR e desembargadora do TRT 9ª Região. Atua na área jurídica, principalmente com os temas: trabalho, discriminação, mulher, direito e gênero.

Maria Letícia Fagundes - médica legista do Instituto Médico Legal do Paraná, onde atua pelos direitos das mulheres, vítimas de violência doméstica. É também vereadora e fundadora da ONG "Mais Marias".

Mais sobre o UTFPR Mulher
Trata-se de uma iniciativa institucional, idealizada pela vice-reitoria, no intuito de promover mentoria e empoderamento das mulheres na Universidade. O Programa conta com uma comissão composta por representantes dos 13 câmpus e da Reitoria.