Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Medianeira > Incubadora de Inovações recebe certificação CERNE 1
conteúdo

Notícias

Incubadora de Inovações recebe certificação CERNE 1

Destaque

publicado: 19/09/2019 08h19 última modificação: 19/09/2019 08h19

Na última semana, a Incubadora de Inovações Tecnológicas do Câmpus Medianeira da UTFPR recebeu a certificação no modelo CERNE 1 (Centro de Referência para Apoio a Novos Empreendimentos), uma metodologia de padronização de ambientes de incubação de empreendimentos, que visa à promoção da melhoria expressiva dos resultados das incubadoras atuantes em diferentes setores.

Desenvolvido e gerenciado pela Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (ANPROTEC) e pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), o modelo CERNE 1 objetiva evidenciar a capacidade das incubadoras em prestar apoio ao desenvolvimento de empreendimentos inovadores, contribuindo, dessa forma, para a geração de emprego e renda, na região em que estão inseridas.

Alexssander Liesenfeld, gestor da Incubadora, destaca a importância da certificação, a qual situa a unidade do Câmpus Medianeira em um grupo seleto de incubadoras certificadas no Brasil, demonstrando a capacidade de oferecer apoio a empreendimentos inovadores, cujas atividades impactam o desenvolvimento regional, por meio de um sistema padronizado e sistematizado de atuação.

Segundo o responsável pelo Núcleo de Inovação Tecnológica do câmpus, professor Marlos Grigoleto, este resultado demonstra a conquista originada por meio da construção de um processo sólido da metodologia de funcionamento da incubadora. A partir da certificação, torna-se possível a criação de uma base de referência às incubadoras de diferentes áreas e portes a fim de reduzir o nível de variação na obtenção de sucesso das empresas apoiadas.

Antônio Luiz Baú, professor e diretor de Relações Empresariais e Comunitárias, reconhece a certificação como mais um passo na consolidação do processo de empreendedorismo, há tempo, implementado no câmpus, resultado que contribui para a implantação da última etapa do processo: o Parque Científico e Tecnológico.

Flávio Feix Pauli, professor e diretor-geral do câmpus, a certificação simboliza o reconhecimento pelos objetivos alcançados pela incubadora, cujo propósito final é promover apoio ao desenvolvimento do empreendedorismo inovador, um dos papeis sociais da universidade, na condição de instituição pública.