Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Pato Branco > Premiação
conteúdo

Notícias

Premiação

TCC de egresso da UTFPR sobre Sistema para Controle de Frotas do Transporte Coletivo com Acessibilidade para Deficientes Visuais é premiado
publicado: 31/10/2017 13h24 última modificação: 03/11/2022 17h37

No último dia 21 de outubro, em Londrina (PR), aconteceu a premiação dos três vencedores da 2ª edição do Prêmio Sercomtel de Inovação. A premiação é concedida com o objetivo de incentivar a criação de projetos e pesquisas no Paraná na área de Tecnologia, Informação e Comunicação (TIC), fomentando o relacionamento entre a academia e o mercado de trabalho por meio da divulgação e exposição dos projetos vencedores. 

Estavam concorrendo 31 Trabalhos de Conclusão de Cursos (TCC), de universitários de 16 cidades do Paraná, pertencentes a 15 instituições de ensino. Puderam se inscrever graduandos do último ano de todas as áreas ou graduados com trabalhos de conclusão de curso apresentados entre os anos de 2014 e 2016, que não tinham recebido premiações. Os trabalhos premiados nesta edição foram classificados com base na relevância do tema, consistência e viabilidade técnica, aplicação prática e potencial inovador. 

O finalista, Evaldo Augusto Bianchi, egresso da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), Câmpus Pato Branco, concluinte do curso de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas (2014) e da especialização em Tecnologia Java (2016), foi classificado em terceiro lugar, com o trabalho “Sistema para Controle de Frotas do Transporte Coletivo com Acessibilidade para Deficientes Visuais”, orientado pelo professor do departamento acadêmico de Informática, Robison Cris Brito.

Para Evaldo, estar entre os finalistas é sinônimo de dupla satisfação, e ele atribui isso a dois motivos: “primeiro por que foram 32 projetos de todo o Paraná, dos mais variados assuntos e níveis, e segundo porque eu já havia inscrito meu projeto na primeira edição do concurso e fiquei entre os 7 melhores, e agora na 2ª edição com o mesmo projeto consegui o 3º lugar”, considerou. “Mas, o melhor de tudo é ver o reconhecimento do seu trabalho em um prêmio importante como esse, sem dúvida isso é um grande incentivo para continuar desenvolvendo ideias e soluções inovadoras”, complementou Evaldo.

Nesta edição como premiação, o autor recebeu R$ 3 mil e o orientador R$ 1 mil.

O Projeto

O trabalho premiado tem como principal objetivo a criação de um sistema barato que auxilie no funcionamento do transporte coletivo e, especialmente, permita que passageiros com deficiência visual possam identificar o ônibus que está se aproximando sem a necessidade da ajuda de terceiros. Para isso é necessário desenvolver um sistema web e mobile para o controle de frotas do transporte público, disponibilizando as informações sobre os veículos na forma gerencial e de consulta com recursos de acessibilidade, como sons e reconhecimento de fala.

A empresa utilizaria um aparelho de GPS em cada veículo de sua frota, assim conforme o deslocamento do ônibus o aparelho envia a sua coordenada geográfica (Latitude e Longitude) para um servidor no qual atualiza os dados e atualiza as informações do aplicativo do usuário, assim informando o próximo transporte que irá passar e o horário aproximado. O usuário pode informar o ponto de partida e o ponto de destino, e terá o tempo aproximado para o trajeto escolhido, e mostrará também os pontos existentes no trajeto.

O desenvolvimento de um sistema complexo, com ferramentas e tecnologias gratuitas, aumenta ainda mais o impacto social que este trabalho propõe. A falta de acessibilidade é uma realidade na maioria das cidades brasileiras. Este projeto abre uma grande porta para o desenvolvimento de mais aplicações desse gênero, a fim de melhorar a qualidade de vida das pessoas. 

Atualizado em 31/10/2017 

Assessoria de Comunicação

Acompanhe as notícias do Câmpus Pato Branco também no Facebook.