Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Reitoria > Divulgação Científica > Atuação da comunidade microbiana das plantas interfere nas nuvens de chuva

Notícias

Atuação da comunidade microbiana das plantas interfere nas nuvens de chuva

Clima mundial

publicado: 11/02/2019 10h34 última modificação: 11/02/2019 10h45

Estudar a influência da comunidade microbiana das plantas no clima faz parte das pesquisas do professor do Câmpus Francisco Beltrão, Eder da Costa dos Santos. O professor é um dos integrantes do grupo de 65 pesquisadores do Centro de Pesquisas Ecológicas e Florestais Aplicadas (Creaf), da Universidade Autônoma de Barcelona, local em que está como professor visitante. O grupo é liderado pelo cientista Josep Peñuelas Reixach, um dos mais influentes do mundo na área de ciências ambientais.

Segundo os estudos, as comunidades microbianas possuem um papel importante no relacionamento entre planta e atmosfera, pois metabolizam compostos excretados pelas plantas. Estas comunidades estariam ligadas também com a produção de compostos orgânicos responsáveis pela formação de nuvens de chuva atuando, indiretamente, na regulação do clima global.

Para o professor da UTFPR, o que se sabe até hoje é que quando há um desmatamento, isso gera um impacto no clima, mas, olhando apenas para a planta, nunca foi considerado a questão das comunidades microbianas. “Nossa hipótese é que estas tenham papel preponderante e indireto na regulação do clima global, principalmente pelas transformações de compostos orgânicos voláteis liberados na atmosfera”, explica.

O projeto já atuou em países do hemisfério Norte como, Estados Unidos, Canadá, China além de países europeus. “Agora, a próxima etapa do projeto abordará os países do hemisfério Sul, incluindo África do Sul, Austrália e Brasil”, destaca.

A coordenação dos estudos brasileiros será de responsabilidade do professor Eder Santos, e trará oportunidade aos alunos do mestrado em Engenharia Ambiental do Câmpus Francisco Beltrão, e orientados pelo professor Eder, uma aproximação para que possam fazer parte do grupo.