Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Reitoria > Professores desenvolvem pesquisa para combater perdas em granja

Notícias

Professores desenvolvem pesquisa para combater perdas em granja

Dois Vizinhos

publicado: 09/07/2018 11h21 última modificação: 09/07/2018 11h22
Imagem da granja do Câmpus Dois Vizinhos

Imagem da granja do Câmpus Dois Vizinhos

Professores do Câmpus Dois Vizinhos desenvolveram uma pesquisa para combater as perdas dos avicultores nas granjas por não conseguirem medir com exatidão o peso do frango novo para exportação. Ao conduzirem um lote, os criadores precisam do exato peso griller das aves ou o lote é rejeitado pelo mercado internacional. O peso griller é difícil de mensurar com exatidão, pois é o do frango abatido com 29-30 dias, diferente do frango pesado que ultrapassa os 40 dias de idade. A ave de peso menor, tendo em média 1kg de carcaça, é ideal para exportação e o mercado árabe é o seu principal consumidor final.

A pesquisa “Predição de peso ao abate em Frangos de corte”, através de informações coletadas em campo com as aves aos 14 e 21 dias garante a predição do peso final ao abate aos 30 dias. As variáveis analisadas são: intervalo sanitário do lote, peso vivo nessas idades e mortalidade nesse período. Através de um software e um aplicativo de celular, o uso pode ser feito de forma imediata na granja, ou seja, o avicultor ou extensionista insere as informações previstas e já sabe o peso das aves no momento em que serão abatidas. 

O software faz parte da etapa final da pesquisa iniciada em 2013 pela professora Angélica Signor Mendes e contou com a colaboração de um bolsista do curso de Engenharia de Software para desenvolvê-lo.

A pesquisa foi financiada pela Fundação Araucária e pela Capes com a concessão de bolsa para dois alunos ligados ao Programa de Pesquisa em Zootecnia. Durante a uma conferência da área, realizada em maio deste ano, a pesquisa foi reconhecida como o melhor trabalho técnico recebendo o Prêmio José Maria Lamas da Silva.