Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Santa Helena > Sistema inteligente para a produção de hortaliças no cenário da pandemia de Covid-19 será produzido por pesquisadores dos câmpus Santa Helena e Medianeira
conteúdo

Notícias

Sistema inteligente para a produção de hortaliças no cenário da pandemia de Covid-19 será produzido por pesquisadores dos câmpus Santa Helena e Medianeira

Pesquisa e Inovação

publicado: 08/07/2020 15h56 última modificação: 08/07/2020 15h59
Exibir carrossel de imagens Modelo fechado de produção com iluminação artificial

Modelo fechado de produção com iluminação artificial

Os pequenos agricultores que produzem alimentos in natura de consumo imediato já estão sendo afetados pela pandemia de Covid-19. A situação tende a se agravar no pós-pandemia, devido ao risco sanitário, irregularidade de demanda e alta perecibilidade pelo produto que oferecem.

O novo cenário no pós-pandemia, visando alimentos mais seguros (food security) e a oferta de alimentos (food safety), não é contemplado pelo sistema atual de produção de hortaliças. Uma das maneiras de amenizar o impacto da pandemia sobre os pequenos agricultores é transformar o modo de produção de hortaliças, através de novas tecnologias que rompem com o padrão atual de produção, como a inteligência artificial e a internet das coisas.

Com base nisso e em parceria com o setor produtivo, os professores Dr. Glauco Miranda e Dr. Pedro de Paula Filho, lotados no câmpus Santa Helena e Medianeira, respectivamente, conduzirão o projeto SISNE19 - Sistema aeropônico, autônomo e inteligente da produção de novas olerícolas para o cenário pandemia de Covid-19, aprovado no edital 10 PROREC – Interação da UTFPR com o setor produtivo paranaense.

O projeto tem o objetivo de desenvolver a plataforma SISNE19, integrada à comercialização. Essa plataforma:

Opera com precisão o manejo da produção aeropônica, sustentável e orgânica;

Otimiza a produtividade pela automação;

Gera produtos seguros e saudáveis;

Produz alimentos sem perdas e desperdícios pela mínima manipulação e transporte;

Reduz custos pela otimização da produção;

Maximiza receitas pela diversificação de novos produtos olerícolas (hortaliças);

Realiza lucros com a demanda projetada e

Propicia a oferta inteligentemente de produtos com alto valor agregado e liquidez.

Caso você seja professor, pesquisador, estudante, produtor ou empresário do setor produtivo e tenha se interessado pelo projeto, saiba que há oportunidades disponíveis para sua participação. Entre em contato com o prof. Dr. Glauco, através dos seguintes meios de comunicação: (45) 3268-8814 (telefone e WhatsApp) ou iut-sh@utfpr.edu.br.