Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Toledo > Junho Verde
conteúdo

Notícias

Junho Verde

Campus Toledo realiza diversas ações neste mês alusivo à 'Preservação do Meio Ambiente'
publicado: 24/06/2019 10h10 última modificação: 24/06/2019 16h16

Neste 'Junho Verde', a UTFPR - Campus Toledo desenvolveu diversas ações, que foram organizadas pela Comissão do Plano Logístico de Sustentabilidade (PLS) do campus Toledo. 

No início do mês, aconteceu a II Semana do Meio Ambiente, na qual ocorreram palestras e minicursos relacionadas à preservação do 'Meio Ambiente' - evento que reuniu a comunidade da região. 

Além desse encontro, na última semana, alunos do sétimo período do curso de Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia se reuniram para fazer a coleta de óleo de cozinha usado.

Essa campanha de coleta já estava sendo realizada desde o início do semestre e juntou aproximadamente 100 litros de óleo, os quais foram levados ao Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) do Jardim Pancera, assim, contribuiu com o descarte indevido desse produto.

Segundo o Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA),  há uma resolução que estabelece limites para o lançamento de óleos vegetais e gorduras animais em corpos hídricos receptores de esgoto (efluente) de até 50 miligramas por litro (mg/L).

A partir dessa quantidade, o óleo de fritura polui mais do que 25 mil litros de água. Desse modo, o impacto causado pelo óleo é a diminuição de oxigênio dissolvido na água, por meio da atividade de micro-organismos que degradam o óleo e, ao mesmo tempo, consomem muito oxigênio - isso provoca a morte da fauna aquática. 

Já o óleo descartado corretamente é utilizado para produção de biodiesel, sabão, tintas à óleo, massa de vidraceiro e outros produtos. Isso preserva matéria-prima, incentiva a reciclagem e evita que mais litros de óleo sejam descartados de maneira incorreta.

De acordo com a  presidente da PLS do campus Toledo, "a comunidade necessita colaborar com a preservação do ecossistema ao descartar esse óleo de cozinha corretamente, assim elimina-se o problema de um item que, apesar de biodegradável, é um poluidor e grande contaminante, e dá uma nova utilidade para ele, evitando que cause riscos à saúde. A sustentabilidade agradece!", descreve a professora Ana Maria Velez Escallon.

Nos últimos dias, a comissão do PLS também desenvolveu outra ação relacionada à preservação do Meio Ambiente, a 'Gravimetria', que consiste na separação do lixo reciclável, como vidros, plásticos e papéis.  Após a separação, esses lixos recicláveis foram disponibilizados nos 'contêiners' da universidade para a retirada pela Associação de Catadores de Toledo.