Você está aqui: Página Inicial > Sobre
conteúdo

O Programa

por admin publicado 02/02/2017 08h58, última modificação 23/08/2021 16h11

Logo - PPGSIS - UTFPR-DV O Programa de Pós-graduação em Agroecossistemas (PPGSIS) objetiva formar recursos humanos com notório conhecimento em agroecossistemas, com foco nos temas de pesquisa que envolvam a sustentabilidade dos processos de produção, enfatizando a relação equilibrada entre meio ambiente e agroecossistemas e primando pela busca de sistemas de produção sustentáveis, com foco no desenvolvimento e sustentabilidade regional.

 

Área de Concentração

Agroecossistemas

 

Linhas de Pesquisa

MANEJO E TECNOLOGIAS DE PRODUÇÃO EM AGROECOSSISTEMAS

Busca desenvolver estudos relacionados aos sistemas de produção e estratégias de manejo para o aumento sustentável de produtividade em agroecossistemas, com projetos relacionados ao: manejo da fertilidade do solo e uso de plantas de cobertura, bem como sistemas de preparo e seu efeitos na microbacia, sistemas de produção com rotação versus sucessão de culturas, com ou sem uso de cultivo consorciado, estratégias de manejo das culturas anuais (soja, milho, trigo) com projetos que avaliam desde os atributos da qualidade da semente até estudos da biologia e manejo fitossanitário de plantas daninhas e indução de resistência e controle biológico no manejo de doenças. Esta linha de pesquisa também contempla estudos importantes sobre sustentabilidade e tecnologias de produção inovadoras no setor hortifrúti com trabalhos que avaliam as características agronômicas, composição química e bioatividade dos óleos essenciais das Plantas Medicinais, Condimentares e Aromáticas, Cultivos Protegidos, Cultivos Hidropônicos e em Substratos de Hortaliças, Sistema Plantio Direto de Hortaliças, Plantas Alimentícias Não Convencionais, bem como a adaptação e manejo sustentável de fruteiras de clima temperado e subtropical.

SISTEMAS INTEGRADOS E BIODIVERSIDADE

Desenvolver estudos em sistemas integrados para avaliar a produção agrosilvipastoril, bem como o seu efeito em fatores estruturantes (solo, água e biota), num contexto de conservação da biodiversidade nos Agroecossistemas. Desenvolver estudos que buscam a caracterização e a avaliação dos recursos genéticos visando sua inserção no sistema produtivo e a sua conservação. Ainda, avaliar a resposta de Indicadores Biológicos da água e dos solos em Agroecossistemas o efeito de produtos fitossanitários sobre insetos-praga, agentes de controle biológico e organismos não-alvos, bem como o potencial como indutores de resistência. Consideram também as questões socioeconômicas dos Agroecossistemas. 

Metas

1. Oportunizar ao estudante a construção de conhecimentos com sólida base científica que o capacite a exercer a pesquisa, o ensino e a extensão.

2. Realizar a geração de novos conhecimentos e/ou a consolidação de conhecimentos existentes aplicados às relações entre a natureza e os sistemas de produção agrícolas, florestais e agroflorestais com foco em sustentabilidade e desenvolvimento científico voltado à produção em bases ambientalmente corretas.

3. Estimular o crescimento da pesquisa científica do país em atenção aos preceitos da sustentabilidade dos processos e da formação de pesquisadores capacitados para esse exercício, em especial na região sudoeste do estado do Paraná, que é deficitária nessa área.

4. Desenvolver a potencialidade dos profissionais formados no curso para a pesquisa e para a inovação tecnológica que possam ser empregadas desde as propriedades familiares até as grandes propriedades e sistemas empresariais de produção.

5. Desenvolver no estudante uma visão multidisciplinar dos conhecimentos aplicados aos sistemas de produção agrícolas, florestais, agroflorestais e os seus vários aspectos associados, de forma sustentável, em atenção à natureza e aos recursos naturais renováveis.

6- Consolidar, ao nível de pós-graduação, a formação de recursos humanos qualificados para atuação direta e indireta nas diversas áreas do conhecimento em todo o país, sobretudo na região Sudoeste do Paraná, com foco na sustentabilidade dos processos de produção.