Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Curitiba > Engenharia Solidária: projeto arrecada roupas e materiais de higiene e limpeza para doação
conteúdo

Notícias

Engenharia Solidária: projeto arrecada roupas e materiais de higiene e limpeza para doação

CAMPANHA

Estudantes de Engenharia do campus Curitiba realizam mais uma campanha de sucesso em prol da Central Única das Favelas (CUFA)
publicado: 25/08/2021 18h20 última modificação: 25/08/2021 18h20
Exibir carrossel de imagens No total, foram doados 1.273 peças de roupas, 579 produtos de higiene pessoal e 210 itens entre cobertores, trajes de banho e mochilas.

No total, foram doados 1.273 peças de roupas, 579 produtos de higiene pessoal e 210 itens entre cobertores, trajes de banho e mochilas.

Realizada entre os dias 4 e 7 de agosto, a campanha de arrecadação Engenharia Solidária, por estudantes e professores dos cursos de Engenharia de Controle e Automação e Engenharia Elétrica, apresentou resultados extremamente positivos em seu relatório.  Ao todo, foram doados 1.273 peças de roupas, 579 produtos de higiene pessoal e 210 itens entre cobertores, trajes de banho, mochilas, etc. A campanha também recebeu doações via PIX, totalizando um valor de R$1.430,00, utilizado na compra de 39 caixas de absorventes femininos (totalizando 7.500 unidades), por meio de uma parceria com a MedMe Farmácias.

A iniciativa, visando amenizar os impactos socioeconômicos da Covid-19, tem como objetivo arrecadar peças de roupa, produtos de higiene e demais utensílios para a Central Única das Favelas (CUFA). Desde 2017 os alunos da disciplina de Introdução à Engenharia, ministrada por Roberto Candido, professor do Departamento Acadêmico de Eletrotécnica (DAELT), participam a cada semestre do projeto de extensão Engenharia Solidária. Em edições anteriores, os estudantes tiveram a oportunidade de participar de reformas em creches e em escolas. Com a pandemia de Covid-19, o projeto foi readequado para atender as necessidades das famílias em dificuldade por conta da crise econômica.

Para Roberto Candido, o trabalho realizado é benéfico para a sociedade, principalmente para aquela parcela que está passando pela pandemia da Covid-19 sem terem suas necessidades básicas atendidas. De acordo com o professor, “o exercício da engenharia é resolver problemas devolvendo soluções para a sociedade, e isto foi praticado na atividade”. Além disso, ele destaca o aprendizado dos estudantes envolvidos: “a campanha reuniu três turmas, que sequer pisaram nos ambientes da UTFPR, num projeto ousado, que necessitou de muito envolvimento individual e comprometimento do grupo como um 'todo'. Este pode ser o primeiro aprendizado, pois em qualquer projeto de engenharia e em qualquer trabalho de equipe, para obter qualquer sucesso, não se pode abrir mão do compromisso das pessoas com os resultados”, afirma Candido.

A entrega dos itens arrecadados foi realizada na segunda (23), na Sede da CUFA.