Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Curitiba > Professora Rossana Finau é eleita Diretora-Geral do campus Curitiba com 68% dos votos
conteúdo

Notícias

Professora Rossana Finau é eleita Diretora-Geral do campus Curitiba com 68% dos votos

DIREÇÃO-GERAL

O processo de escolha aconteceu no dia 12 de maio e movimentou a comunidade acadêmica
publicado: 13/05/2021 21h43 última modificação: 13/05/2021 21h52

Pela primeira vez uma mulher é eleita na consulta informal à comunidade para o cargo de Diretora-Geral do campus Curitiba. Após 3 semanas de campanha, Rossana Aparecida Finau, professora do Departamento Acadêmico de Linguagem e Comunicação (DALIC), venceu a eleição com 68% dos votos. A disputa foi com o professor Kleber Kendy Horikawa Nabas, do Departamento Acadêmico de Eletrônica (DAELN).

A professora Rossana agradece o professor Kleber pelos momentos de diálogo e todos os professores, técnicos administrativos e estudantes que participaram da consulta. “Quero dizer que fiquem tranquilos: vamos trabalhar para todos, para que todas as ações que vocês levantaram durante este período possam ser realizadas nos próximos quatro anos. Deste modo, queremos dar destaque ao campus Curitiba. (...) O momento é de trabalho e de união para realizarmos tudo aquilo que nos comprometemos”, afirma.

O candidato derrotado, professor Kleber Nabas,  parabeniza a professora Rossana pela vitória, destacando que o  sucesso do Campus Curitiba e da UTFPR depende do sucesso conjunto de toda a comunidade. Ressalta que a campanha proporcionou dias de muitos diálogo e que embora tenha opiniões diferentes sobre aspectos de gestão, sabe que todos querem o melhor para a UTFPR.

Consulta informal

O proceso de escolha foi realizado nesta quarta-feira, dia 12 de maio, de forma remota e secreta, utilizando o sistema Helios Voting, empregado na consulta à comunidade. Puderam votar os docentes, servidores técnico-administrativos ativos e discentes dos cursos de nível Técnico, de Graduação e Pós-graduação Stricto Sensu regularmente matriculados no semestre letivo de 2020/2.

Essa etapa do processo de escolha foi  organizada, coordenada e fiscalizada pela Comissão Eleitoral Paritária (CEP), formada pelas categoria dos servidores docentes (Sindutf-PR), servidores técnico-administrativos (Sinditest-PR) e discentes (DCE).

O resultado foi anunciado logo após o fechamento das urnas e homologado pela CEP, conforme os números abaixo.

 
O processo de consulta à comunidade acadêmica iniciou no dia 12 de abril, quando o Conselho Universitário (Couni) iniciou, para toda a universidade, o prazo para inscrição. Podiam concorrer ao cargo apenas docentes, tanto do Magistério Superior quanto do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico (EBTT). Ao final desse período, foram homologadas as candidaturas dos professores Rossana Aparecida Finau (DALIC) e Kleber Kendy Horikawa Nabas (DAELN).

Guilherme Ruthes, servidor técnico-administrativo do Núclelo de Apoio Pedagógico (NUAPE) e coordenador de educação  do Sinditest-PR, considera que o processo de consulta informal à comunidade a acadêmica é uma vitória para todas as pessoas. Cada segmento tem suas próprias demandas e expectativas, e ter sua representação com o mesmo peso leva cada vez mais à uma transformação em uma Universidade diversa e plural, cada vez mais reconhecida e aceita entre seus pares.

O professor Lino Trevisan, presidente do Sindutf-PR,  agradece e parabeniza os membros da Comissão Eleitoral Paritária pela organização e condução do processo de consulta à comunidade, pois foi a primeira vez que as entidades organizaram essa etapa da eleição. Também destaca a grande dedicação voluntária, o que possibilitou os 12 campi terem seus candidatos, debater as propostas e participar da votação. Deixou claro que a CEP foi constituída e gerada de forma paritária e autogestionária que, além de cumprir com êxito a tarefa, realizou um processo pedagógico de construção coletiva, exercício da democracia e participação política. Lino parabeniza toda comunidade da UTFPR que  pode vivenciar esse processo de ampliação da democracia interna.

Julia Rinaldin Silveira, presidenta do DCE, afirma que o processo de consulta informal com voto paritário entre as categorias foi uma vitória histórica para os estudantes, mas também para os técnicos e docentes, pois as entidades representativas tiveram a oportunidade de organizar a consulta de modo mais democrático e amplo. Outra constatação foi o número elevado de discentes que participaram do pleito: em todos os campi em que houve consulta, mais de 8 mil estudantes exerceram seu direito à voto, representando um aumento expressivo de participação, considerando que o campus Toledo não estava contemplado. Na última eleição para a Reitoria em 2020, participaram pouco mais de 6 mil estudantes. Isso prova que a valorização da opinião dos estudantes os estimula a participar da vida política da UTFPR.

Conselho Universitário

A segunda etapa acontecerá no dia 20 de maio, com a votação oficial realizada pela Comissão Eleitoral de Escolha (CEE) do Conselho Universitário, responsável pela organização das respectivas listas tríplices para posterior nomeação pelo Reitor, em sessão de eleição, de reunião extraordinária do Conselho Universitário (COUNI), convocada com pauta única para este fim.