Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Dois Vizinhos > PATENTE
conteúdo

Notícias

PATENTE

Professora da UTFPR-DV obtém registo de Patente de Invenção pelo INPI
publicado: 25/03/2021 11h02 última modificação: 25/03/2021 11h02
Carta de Patente do Instituto Nacional da Propriedade Industrial - INPI

Carta de Patente do Instituto Nacional da Propriedade Industrial - INPI

A Professora Dra. Angélica Signor Mendes da UTFPR – Câmpus Dois Vizinhos, atuante nas áreas de Construções Rurais e Bem-estar Animal, foi agraciada na data de 23/03/2021 com a aprovação pelo INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial), de uma Patente de Invenção.

A Patente de Invenção refere-se ao desenvolvimento de um medidor de bem-estar em aves de produção (matrizes, frangos e perus de corte) que consiste de um equipamento que mensura o nível de dor que as aves sentem no coxim plantar (“pés” das aves). É um equipamento portátil, pequeno, de fácil manuseio para ser usado em condições de campo, bem como, utilização em laboratórios de pesquisas, universidades e empresas do setor. Inseridas no equipamento, estão tabelas para as espécies e idade das aves. Logo, um frango de 21 dias de idade tem sua tabela correspondente de suporte a pressão da ponteira do aparelho em seu coxim plantar, por exemplo. Essa pressão é convertida para nível de dor ou bem-estar. Ou seja, quanto mais alta a pressão da ponteira que a ave suporta sem espontaneamente retirar sua pata do aparelho, maior é o nível de bem-estar locomotor que a mesma se encontra, pois demorou a sentir a dor (não estava lesionada).

O estudo que originou essa patente se iniciou em 2011, com aprovação de Bolsa Pesquisador no CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico). Após isso, contou com a inestimável parceria da empresa InoBram Automações LTDA, de Pato Branco-PR. Por meio dos visionários Cléverson Faustino Brandelero e Leonel Inocêncio a ideia se transformou em um protótipo que foi testado em campo. Toda a validação do equipamento foi conduzida por inúmeros bolsistas de Iniciação Científica da UTFPR e originou a dissertação de mestrado da Aluna Rosana Refatti Sikorski, que a defendeu com louvor no PPGZO – Programa de Pós-Graduação em Zootecnia, da UTFPR-DV.

O setor responsável para a elaboração e submissão de pedidos de patente fez-se imprescindível para que esse objetivo fosse alcançado. Por isso, a Agência de Inovação da UTFPR, bem como ramificações de sua atuação que existem em cada Campi da universidade, atuaram lado a lado da pesquisadora e parceiros, mantendo a meta final de proteger uma ideia e depois disponibilizar um produto extremamente útil ao universo de Produção Animal (pesquisadores, estudantes, empresários, zootecnistas, veterinários, etc.).

Nossos sinceros agradecimentos à empresa InoBram Automações LTDA, ao CNPq e toda equipe da UTFPR que tornou esse sonho possível. A referida empresa é detentora da patente juntamente com a Universidade.

A UTFPR Câmpus Dois Vizinhos parabeniza a prof. Angélica, e todas as pessoas envolvidas, pelo trabalho e competência no desenvolvimento do projeto e conquista dessa importante patente.