Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Geral > Divulgação Científica > Pesquisa utiliza nova solução computacional de transcrição do braile para o português
conteúdo

Notícias

Pesquisa utiliza nova solução computacional de transcrição do braile para o português

Dois Vizinhos

Nova abordagem leva em conta a Cela Braille para transcrição
publicado: 20/04/2021 15h59 última modificação: 20/04/2021 17h43
Imagem: Freepik

Imagem: Freepik

Uma nova abordagem computacional de transcrição do braile para o português foi abordada no artigo dos pesquisadores do Câmpus Dois Vizinhos André Roberto Ortoncelli, Franciele Beal e Marlon Marcon. Eles fazem parte do grupo de pesquisa em Inteligência Computacional e Design de Interação (ICDI) do Câmpus e receberam, no início deste mês, o prêmio de melhor artigo completo publicado na 12ª edição do Computer on The Beach (COTB), considerado um dos principais eventos na área de Ciência da Computação da região Sul do Brasil.

O estudo dos pesquisadores, An automated approach to mitigate transcription errors in braille texts for the Portuguese language, apresentou o uso da abordagem computacional em cela braille para reduzir erros de transcrição de textos em braile para o português.

Segundo os pesquisadores, as soluções baseadas em visão computacional para transcrição destes textos tentam reduzir erros de compreensão neste sistema. No entanto, essas ferramentas enfrentam desafios de processamento de imagem, como iluminação, ruído ou escala, prejudicando o resultado.

“Nós propomos uma função de seleção que, combinada com dicionários, fornece a melhor correspondência de palavras com base em sua representação em braille. A diferença da abordagem proposta para abordagens tradicionais de correções de erro em palavras, é que nosso método não procura a melhor correspondência com base unicamente nas letras. Nosso método procura a melhor correspondência com base na cela braille que representa cada letra”, explica o professor André Roberto Ortoncelli.

Segundo ele, como cada letra é representada por uma cela braile de seis caracteres, o erro de transcrição tende a ser provocado por falhas no reconhecimento de alguns dos caracteres que compõe a cela braile. “Logo, a abordagem baseada em cela braille tende a apresentar resultados melhores”, completa.

Braille
O Braille é um sistema de escrita e leitura tátil utilizado por pessoas cegas ou com baixa visão. Foi criado pelo francês Louis Braille que, após um acidente que causou infecção em seus dois olhos, utilizou códigos para sua comunicação. O sistema utiliza seis pontos em relevo, dispostos na vertical em duas colunas de três pontos cada, no que se convencionou chamar de "cela braille". A diferente disposição desses seis pontos permite a formação de combinações ou símbolos para escrita e leitura.

Segundo o relatório "As Condições da Saúde Ocular no Brasil 2019", elaborado pelo Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO), e com base em dados de relatórios e índices da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), estima-se que, no Brasil, mais de 1,5 milhões de pessoas sejam cegas, o equivalente a 0,75% da população.