Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Geral > Divulgação Científica > Projeto de jogos de tabuleiro e socialização é selecionado no Game in Lab
conteúdo

Notícias

Projeto de jogos de tabuleiro e socialização é selecionado no Game in Lab

Internacional

É a primeira vez que um projeto brasileiro é aprovado e representará a América Latina nesta edição
publicado: 02/02/2021 11h09 última modificação: 02/02/2021 11h09
Os jogos são desenvolvidos com menor influência da sorte e mais objetivos estratégicos (Foto ilustrativa: Decom)

Os jogos são desenvolvidos com menor influência da sorte e mais objetivos estratégicos (Foto ilustrativa: Decom)

Promover a socialização através de jogos de tabuleiro é a proposta de um projeto selecionado para o edital internacional do programa Game in Lab. Ele foi desenvolvido por pesquisadores do Câmpus Cornélio Procópio, com participação de pesquisadores do Instituto Federal do Paraná (IFPR) e da Universidade Estadual de Londrina (UEL).  Esta é a primeira vez que um projeto brasileiro é aprovado e, nesta edição, foi o único selecionado pela América Latina. Os outros quatro países que tiveram projetos aprovados foram: França, Inglaterra, Estados Unidos e Espanha.

O projeto “O uso de jogos de tabuleiro para desenvolver e manter habilidades sociais” é formado pela equipe de professores do Câmpus Cornélio Procópio, Mauricio Iwama Takano, Cassio Henrique dos Santos Amador, pelo professor da UEL, Gustavo Iachel, e pelo professor da educação básica e mestrando do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Educação Matemática (PECEM) da UEL, Gabriel Ferreira Baptistone. A equipe é liderada pela professora do IFPR, Ariela Oliveira Holanda,

“Quando soube que a Game in Lab havia aberto as inscrições do edital, reuni um grupo de pesquisadores aqui da cidade de Londrina. A professora Ariela, o professor Cassio e o estudante Gabriel já faziam parte do projeto de extensão do Câmpus Cornélio Procópio intitulado ‘O uso de jogos de tabuleiro como ferramenta de ensino’, o qual sou coordenador. Depois de alguns contatos, o professor Iachel também acabou criando um projeto de jogos de tabuleiro na UEL, que tem como objetivo proporcionar momentos de lazer para os estudantes do Câmpus”, explica o pesquisador Mauricio Takano.

Segundo o professor Takano, a proposta é analisar se é possível utilizar os jogos de tabuleiro para auxiliar no desenvolvimento das habilidades sociais dos participantes. “Como o objetivo principal do projeto é relacionado à psicologia comportamental, decidimos deixar a professora Ariela (que é doutora em psicologia comportamental) como líder do projeto”, completa.

O professor Cassio dos Santos explica que os jogos de tabuleiro utilizados na pesquisa e no projeto de extensão são jogos modernos, com temáticas e mecânicas bastante variadas. “Comparados com jogos clássicos, como Banco Imobiliário, WAR e o Jogo da Vida, estes têm durações de jogo mais bem definidas (variando de 15 minutos a duas ou três horas) e menor influência do fator sorte, dando mais espaço para o fator estratégia para se alcançar a vitória”, explica.

Além disso, as mecânicas variam desde jogos competitivos até cooperativos, com controles de área, coleção de componentes, mapas modulares, entre outros. "Eles podem ou não ter dados, cartas, miniaturas, e vários outros componentes. Os temas são os mais variados possíveis, podendo ser um jogo que se passa na era medieval, futurista ou contemporâneo, e pode estar relacionado a pinturas, música, guerra, indústrias, agricultura, ou até mesmo a um apocalipse zumbi ou assuntos mais escolares, como fotossíntese, evolução, etc”, completa o pesquisador.

O valor ofertado pelo edital da Game in Lab é de até 15 mil euros para cada projeto aprovado e são selecionados anualmente de 3 a 5 projetos para receber o fomento. 

O apoio financeiro aos pesquisadores envolvidos no projeto servirá para a aquisição de equipamentos para a coleta e análise de dados. Além disso, a editora Galápagos fornecerá um acervo de jogos de tabuleiros para serem utilizados nas pesquisas para cada uma das instituições envolvidas.

 Game in Lab

 O programa Game in Lab é um órgão de fomento a pesquisas relacionadas a jogos de tabuleiro com sede em Paris, na França, promovido pela fabricante de jogos Asmodee em parceria com a Innovation Factory. A empresa é representada no Brasil pela Galápagos. 

O objetivo é explorar os efeitos sociais e cognitivos dos jogos de tabuleiro para o ser humano e tem três áreas principais: apoio financeiro a projetos de pesquisa sobre jogos de mesa; criação e desenvolvimento de uma comunidade diversa, com pesquisadores e jogadores pelo mundo; e compartilhamento de conhecimento científico com um público mais amplo.