Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Geral > UTFPR lança pesquisa sobre aprendizagem durante a pandemia
conteúdo

Notícias

UTFPR lança pesquisa sobre aprendizagem durante a pandemia

Avaliação Institucional

Formulário fica aberto até o dia 18, diretamente no Portal do Aluno
publicado: 12/05/2021 10h24 última modificação: 12/05/2021 13h16
Formulário fica aberto até o dia 18, diretamente no Portal do Aluno (Imagem: Freepik)

Formulário fica aberto até o dia 18, diretamente no Portal do Aluno (Imagem: Freepik)

A UTFPR lançou nesta terça-feira, 11 de maio, a pesquisa 'Avaliação da Percepção da Aprendizagem durante a Pandemia', que tem por objetivo conhecer a opinião dos estudantes sobre as atividades acadêmicas realizadas ao longo do período de distanciamento social em decorrência da Covid-19.

O formulário da pesquisa está disponível no Portal do Aluno e conta com 25 questões objetivas e uma última que possibilita comentários abertos. É possível, por exemplo, o estudante informar a sua percepção de aprendizagem durante o ensino remoto e as dificuldades que tem para acompanhar as aulas. A pesquisa fica aberta até o próximo dia 18.

Segundo o diretor de gestão da Avaliação Institucional da Universidade, Marcos Rodacoski, a ideia da pesquisa é ouvir os alunos e, a partir desses dados, construir indicadores que subsidiem ações futuras da instituição. "Porque só avaliar não faz sentido, é preciso ter uma avaliação integrada ao controle de um processo e a educação é um processo. Você precisa ter os indicadores e, depois, usar esses indicadores", explica.

O pró-reitor de Graduação e Educação Profissional Jean-Marc Lafay ressalta que, mesmo sem tem caráter obrigatório, a participação do maior número de estudantes é importante para conferir representatividade aos resultados. "Esse momento nos permite refletir. O que a Universidade está fazendo ou poderia estar fazendo para melhorar esse momento? É essa análise e reflexão que podemos fazer", completa.

Para mais informações, veja a íntegra da live de lançamento da pesquisa, no Canal da UTFPR.