Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Toledo > Atividades da UTFPR continuarão em regime remoto até 10 de junho
conteúdo

Notícias

Atividades da UTFPR continuarão em regime remoto até 10 de junho

Nova IN mantém as orientações de atividades no âmbito da Universidade
publicado: 05/05/2021 16h34 última modificação: 05/05/2021 16h34

Está publicada a instrução normativa 22/2021, divulgada nesta terça-feira, dia 04, a qual mantém a suspensão das atividades presenciais da UTFPR até 10 de junho. Pelo documento, ficam mantidas as orientações já estabelecidas anteriormente com relação às atividades da Universidade. A instrução normativa anterior era válida até 10 de maio.

De acordo com a publicação, continuam em regime remoto as atividades dos cursos técnicos, de extensão, graduação e pós-graduação Stricto Sensu. Caso haja a retomada de ensino presencial, só será feita após comunicado oficial da Reitoria. Os cursos de especialização Lato Sensu devem seguir as orientações específicas da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PROPPG).

Também devem ser priorizadas as atividades administrativas remotas, de modo a garantir o funcionamento da unidade e o cumprimento de demandas.

O acesso aos 13 câmpus continua restrito para servidores com crachá ou identidade funcional. Com prévia autorização dos responsáveis citados no documento, é permitida a entrada de: estudantes; empresas; e participantes de programas de empreendedorismo. As atividades administrativas também devem ser priorizadas com o regime remoto.

Caso seja necessária a realização de qualquer atividade presencial, é preciso observar a Instrução Normativa 17, que determina medidas, orientações e procedimentos obrigatórios. Na cartilha digital, são divulgadas as principais ações a serem adotadas, como: o uso da máscara em todos os espaços, o distanciamento de 2 metros entre as pessoas, a manutenção de ambientes ventilados, a higienização constante das mãos, entre outros cuidados.

A normativa também estabelece que "quaisquer membros da UTFPR com sintomas compatíveis com a Covid-19, ainda que leves e não comprovados por exames laboratoriais, ou aqueles que porventura tiveram contato com pessoas comprovadamente infectadas, devem permanecer obrigatoriamente em atividade remota por pelo menos 14 dias".

Com o fim da vigência do decreto legislativo 6/2020, a contagem de todos os prazos de validade dos editais de concurso público voltaram a correr a partir de 1º de janeiro de 2021, de acordo com o Edital 2/2021 da UTFPR.

Para mais informações, acesse a Cartilha de Biossegurança da UTFPR.

Está publicada a instrução normativa 22/2021, divulgada nesta terça-feira, dia 04, a qual mantém a suspensão das atividades presenciais da UTFPR até 10 de junho. Pelo documento, ficam mantidas as orientações já estabelecidas anteriormente com relação às atividades da Universidade. A instrução normativa anterior era válida até 10 de maio.

De acordo com a publicação, continuam em regime remoto as atividades dos cursos técnicos, de extensão, graduação e pós-graduação Stricto Sensu. Caso haja a retomada de ensino presencial, só será feita após comunicado oficial da Reitoria. Os cursos de especialização Lato Sensu devem seguir as orientações específicas da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PROPPG).

Também devem ser priorizadas as atividades administrativas remotas, de modo a garantir o funcionamento da unidade e o cumprimento de demandas.

O acesso aos 13 câmpus continua restrito para servidores com crachá ou identidade funcional. Com prévia autorização dos responsáveis citados no documento, é permitida a entrada de: estudantes; empresas; e participantes de programas de empreendedorismo. As atividades administrativas também devem ser priorizadas com o regime remoto.

Caso seja necessária a realização de qualquer atividade presencial, é preciso observar a Instrução Normativa 17, que determina medidas, orientações e procedimentos obrigatórios. Na cartilha digital, são divulgadas as principais ações a serem adotadas, como: o uso da máscara em todos os espaços, o distanciamento de 2 metros entre as pessoas, a manutenção de ambientes ventilados, a higienização constante das mãos, entre outros cuidados.

A normativa também estabelece que "quaisquer membros da UTFPR com sintomas compatíveis com a Covid-19, ainda que leves e não comprovados por exames laboratoriais, ou aqueles que porventura tiveram contato com pessoas comprovadamente infectadas, devem permanecer obrigatoriamente em atividade remota por pelo menos 14 dias".

Com o fim da vigência do decreto legislativo 6/2020, a contagem de todos os prazos de validade dos editais de concurso público voltaram a correr a partir de 1º de janeiro de 2021, de acordo com o Edital 2/2021 da UTFPR.

Para mais informações, acesse a Cartilha de Biossegurança da UTFPR.