conteúdo

Equipamentos

publicado 10/10/2019 15h43, última modificação 17/11/2020 14h47

Início | Administração | Normas de funcionamento
Agendamentos | Contato e localização

 

1. Prensa Hidráulica Elétrica (Solocap / 4HA-200tf)

Análise de propriedades mecânicas de concretos e argamassas em compressão e tração diametral, com capacidade de até 100 kN.

PRENSA HIDRÁULICA ELÉTRICA.jpg

 

2. Esclerômetro Digital (SADT/SOLOTEST)

Mede a dureza superficial do concreto e a correlaciona com a resistência à compressão. O modelo do tipo SILVER-SCHMIDIT com display digital, leitura no corpo do aparelho, memória para até 3500 medições. Conforme NBR 7284 e  ASTM C 805.

ESCLERÔMETRO DIGITAL.jpeg

 

3. Mesa de Adensamento por Choque - Flow Table (AMC Equipamentos)

Determina o índice de consistência da argamassas, o índice de consistência normal do cimento portland e a trabalhabilidade de compósitos cimentícios em geral. Possui disco de ensaio com diâmetro de 500 mm, curso do excêntrico de 12,5 mm de queda com acionamento manual, conforme as normas NBR 10906, 9773, 9290, 9287, 7215.

MESA DE ADENSAMENTO POR CHOQUE - FLOW TABLE.jpg 

 

4. Aparelho de Vicat (AMC Equipamentos)

Determina os tempos de início e fim de pega de materiais aglomerantes. Possui forma em nylon medindo 80 x 70 x 40 mm, placa de vidro, agulhas para início e fim de pega e sonda. Realiza medições conforme normas NBR NM 65, 43; NBR 12128, 11581, 11580 E 10906.

APARELHO DE VICAT.jpg

 

5. Agitador de Peneiras Modelo G (Matest)

Análise da distribuição granulométrica de materiais particulados: naturais, metálicos, cerâmicos, poliméricos e compósitos. Utiliza peneiras quadradas de 50 x 50 x 10 cm das séries normal e intermediária de abertura nominal, com capacidade para 06 peneiras, tampa e fundo. Possui controlador, relógio marcador de tempo, desligamento automático de até 30 minutos e reostato para controle das vibrações.

AGITADOR DE PENEIRAS MODELO G.jpg

 

6. Agitador de Peneiras de Bancada (Pavitest)

Análise da distribuição granulométrica de materiais particulados: naturais, metálicos, cerâmicos, poliméricos e compósitos. Séries normal e intermediária de abertura nominal. O equipamento é um agitador eletromagnético de peneiras redondas com capacidade para 6 peneiras mais tampa e fundo, com controlador, relógio marcador de tempo, desligamento automático de até 30 minutos e reostato para controle das vibrações, 127 / 220 V.

 AGITADOR DE PENEIRAS DE BANCADA.jpg.png 

 

7. Microscópio Óptico Binocular (Olympus / BX51TRF)

Permite aumento com lentes objetivas até 100 x, oculares até 10 x, componentes iluminação em LED, refletida e transmitida, campo claro e campo escuro, com luz polarizada/nomarski. São utilizados para aplicações de controle de qualidade e avaliações detalhadas de estruturas e microestruturas de materiais sólidos e particulados metálicos, cerâmicos, poliméricos e compósitos. Quando as amostras são embutidas, podem possuir altura máxima de 2 cm. Possui filtro e sistemas específicos para utilização em campo claro e campo escuro, fluorescência, contraste de fase, contraste diferencial de interferência Nomarski (CDI), fluorescência simultânea e contraste de fase, fluorescência simultânea e CDI e luz polarizada. Permite visualização de amostras com dimensão máxima de  15 x 15 cm e altura de 2 cm.

MICROSCÓPIO ÓPTICO BINOCULAR .jpg

 

8. Permeabilímetro de Blaine (AMC Equipamentos)

Determinação da superfície específica do cimento e outros materiais em pó conforme normas: NBR 16372; NBR NM 76; NBR 7224. O equipamento é composto por tubo em ”U”, célula (êmbolo) de permeabilidade com pistão de socamento e disco perfurado, papel filtro de diâmetro de 9 cm, óleo colorido, vazador e pipetador de borracha de 3 vias.

PERMEABILÍMETRO DE BLAINE.jpg

 

9. Máquina para Ensaio de Abrasão Tipo Los Angeles (Engetotus / 300240)

Realização de ensaios de desgaste e friabilidade dos materiais. Possui um jogo de 12 esferas de aço e com um sistema que finaliza o ensaio após passado o número de voltas desejadas.

MÁQUINA PARA ENSAIO DE ABRASÃO TIPO LOS ANGELES.jpg

 

10. Máquina Universal de Ensaios (EMIC / Linha DL-30000)

Tem como propósito realizar ensaio de tração, compressão, cisalhamento, dobramento e flexão em materiais sólidos (metais e ligas, polímeros, cerâmicas e compósitos) e produtos. Possui acionamento eletromecânico com células de carga de até 300 kN, 5 kN e 20 kN, selecionáveis pelo software específico que permite também a realização de ajustes, configurações, aquisição, análise e geração de relatórios dos ensaios mecânicos. Opera na faixa de velocidade de 0,01 a 500 mm/min e possui curso máximo, sem garras, de 1.200 mm.  O equipamento é do tipo bifuso autoportante com duas colunas guias cilíndricas paralelas, distantes entre si 650 mm. O deslocamento durante o ensaio é medido por um sensor óptico (encoder), com resolução de 0,01 mm e realiza a indicação de força e deslocamento através do software, com janela tipo display para acompanhamento dos valores em tempo real. Há disponível 01 conjunto de garras planas e cilíndricas para célula de carga 300 kN para materiais metálicos, compósitos e poliméricos; 01 conjunto de garras planas para a célula de carga 20 kN para materiais metálicos, poliméricos e compósitos; 01 conjuntos garras para célula de carga 5 kN para polímeros; 01 acessório para realização de ensaio de flexão em três pontos, com distância entre apoios de 27 a 47 cm; 01 acessório para realização de ensaio de flexão em três pontos, com distância entre apoios de 12 cm; 01 extensômetro para polímero de 100 mm de comprimento; 01 extensômetro para metais de 20 mm.

MÁQUINA UNIVERSAL DE ENSAIOS.jpg

 

11. Tribômetro Linear Recíproco

Marca / Modelo: Tribo 1, TTP
Com força aplicada por ação de peso morto de no máximo 10 N, permite a análise dos mecanismos do atrito e comportamento do desgaste pela obtenção simultânea do coeficiente de atrito estático e dinâmico, com a possibilidade de uso de dispositivo polimérico não reagente para realização de ensaios em meio  úmido ou com lubrificantes. São disponíveis esferas de óxido de alumínio e carbeto de tungstênio de 1 mm de diâmetro.

TRIBOMETRO.jpeg

 

12. Durômetro Rockwell Normal

Marca / Modelo: 400-005, DIGIMESS
Permite a medição de dureza em peças metálicas na escala Rockwell (HRA, HRB, HRC). Possui as cargas de 60, 100 e 150 Kgf, com penetrador de diamante e de esfera de aço. Capacidade vertical (abertura máxima) de 200 mm, com mesa circular plana de 50 mm.

DURÔMETRO ROCKWELL NORMAL.jpg 

 

13. Potenciostato / Galvanostato

Marca / Modelo: PGSTAT204, AUTOLAB
A amostra a ser analisada é montada em células eletroquímicas de três eletrodos (trabalho, contra-eletrodo de platina e eletrodo de referência), sendo disponível eletrodo de referência de Ag/AgCl e KSO4, possibilitando análises em meios contendo cloretos e sulfetos. As células eletroquímicas disponíveis permitem a realização de análise diretamente na superfície de chapas de até 25 x 50 x 3 mm, que podem conter revestimentos ou outros tratamento superficiais, sem necessidade de preparo adicional de eletrodos de trabalho. São disponíveis as técnicas de voltametria linear e cíclica (de corrente estacionária, galvanostática, de onda quadrada, de pulso normal e/ou pulso diferencial), amperometria de múltiplos pulsos e de pulso diferencial e cronopotenciometria (galvanostática e circuito aberto). Adicionalmente há disponibilidade de um agitador polimérico de haste, com rotação controlada. Dados técnicos do equipamento: Compliância de potencial aplicado: +- 10V, Resolução de potencial aplicado: 150 micro V, Resolução de potencial medido: 3 micro V, Velocidade máxima de varredura: 1000V/s, Conexão com eletrodos: 2, 3 ou 4.

 POTENCIOSTATO _ GALVANOSTATO.jpeg

 

14. Rugosímetro Portátil

Marca / Modelo: SJ-410, MITUTOYO
Possui tela de toque de LCD gráfica colorida para exibição dos resultados calculados e os perfis de rugosidade avaliados. O alcance transversal da análise é de no máximo 50 mm. Possui unidade de configuração automática, que controla com segurança a descida do detector. O equipamento é montado em um suporte de coluna simples, com deslocamento de altura de até 250 mm e a mesa de apoio para amostras possui 400 mm. É possível selecionar norma ISO, VDA, ANSI, JIS ou DIN 4777, obtendo-se os seguintes parâmetros de rugosidade: Ra, Rq, Rz, Ry, Rp, Rv, Rt, R3z, Rsk, Rku, Rc, RPc, RSm, Rmax (para padrões VDA, ANSI, or JIS 1982), Rz1max (para padrão ISO 1997), S, HSC, RzJIS (para padrão JIS 2001), Rppi, RΔa, RΔq, Rlr, Rmr, Rmr (c), R𝜎c, Rk, Rpk, Rvk, Mr1, Mr2, A1, A2, Vo, λa, λq, Lo, Rpm, tp (para padrão ANSI) , Htp (para padrão ANSI), R, Rx, AR, W, AW, Wx, Wte costumizável.

RUGOSÍMETRO PORTÁTIL.jpg

 

15. Máquina de Medição por Coordenadas 3D CNC

Marca / Modelo: CRYSTA-Apex S 544, MITUTOYO
Possui range de medição no eixo X de 500 mm, eixo Y de 400 mm e eixo Z de 400 mm, o que limita a essas medidas o tamanho de amostras, com massa de no máximo 180 kg. Máxima velocidade de medição de 8 mm/s. O software do equipamento pode verificar e comparar a peça de trabalho com os dados CAD que contêm superfícies de formato livre e produz diretamente os resultados na forma de dados CAD em vários formatos. Permite ao usuário usar dados CAD e simulação na tela para criar programas de peças para fazer medições automatizadas. Disponibilidade de cinco pontas diferentes para realização de diferentes ângulos de medidas que devem ser utilizadas conforme adequação à geometria das peças.

MÁQUINA DE MEDIÇÃO POR COORDENADAS 3D CNC.jpg

 

16. Projetor de Perfil

Marca / Modelo: MITUTOYO / PJ-A3000
Permite medir, inspecionar e observar eficientemente peças sólidas de qualquer tipo de material que possuem complexidade, como por exemplo engrenagens de relógios ou parafusos, as quais impossibilitam realizar medição com instrumentos convencionais de contato. Além disso, o equipamento permite a medição de peças de materiais facilmente deformáveis, como borrachas e polímeros maleáveis. Possui mesa para apoio de 100 x 100 mm, diâmetro de tela de projeção de 300 mm, lentes de projeção de 10 x, com iluminação por lâmpadas halógenas de 24 V e 150 W e filtro de absorção de calor. Pode-se medir peças com altura máxima de 120 mm, largura e comprimento de no máximo 100 mm.

ROJETOR DE PERFIL.jpg

 

17. Politriz Rotativa

Marca / Modelo: TECLAGO / PL02E 200
Permite o preparo de superfície de materiais sólidos metálicos, cerâmicos, poliméricos ou compósitos para análise estrutural ou microestrutural, controle de rugosidade para análises de corrosão e análise de desgaste. Permite a utilização de lixas d'água de diâmetro 200 mm de diferentes gramaturas (200,360, 600, 800, 1200 #), pano de polimento para alumina (1 e 0,5 mícrons) ou pasta de diamante (1 e 0,5 mícrons), com ajuste de rotação de 300 ou 600 rpm.

POLITRIZ ROTATIVA.jpg 

 

18. Retífica Horizontal Pneumática

Marca / Modelo: SETOR MÁQUINAS / SET7 50P
Utilizada para preparo de corpo-de-prova de concreto e argamassas. Refica por meio de rebolo abrasivo diamantado os corpos-de-prova de diâmetro de 5 x10, 10x20 e 15x30 cm possibilitando ao usuário limitar de espessura de desgaste de maneira manual e com auxílio de fixador pneumático.

RETÍFICA HORIZONTAL PNEUMÁTICA.jpg

 

19. Estufa de Secagem e Esterilização

Marca / Modelo: SOLAB / SL-100
Utilizada para secagem e esterilização de materiais materiais sólidos e particulados - metálicos, cerâmicos, poliméricos ou compósitos. Algumas normas técnicas exigem que as amostras destinadas a análises de propriedades mecânicas ou rugosidade sejam armazenadas em temperatura específica antes dos testes. Nesta estufa é possível selecionar o modo de circulação ou renovação de ar em temperatura com controle termostático entre 5°C a 200°C, com capacidade de 100 litros, sendo as máximas dimensões dos corpo de prova de 200 x 200 x 200 mm, pois possui prateleiras removíveis.

ESTUFA DE SECAGEM E ESTERILIZAÇÃO.jpg

 

20. Forno Mufla

Marca / Modelo: ZEZIMAQ / 2000C-2RP
Forno com revestimento refratário e resistência interna com temperatura máxima de trabalho de até 1200°C. Permite o preparo de materiais sólidos e particulados (metálicos, cerâmicos, poliméricos ou compósitos) com sinterização, secagem, calcinação, tratamentos térmicos, oxidação em temperaturas até 1200°C. Dimensões da área útil para uso: 14 cm de largura x 22 cm de profundidade x 14 cm de altura.

FORNO MUFLA.png

 

21. Equipamento Para Banho Maria (CBM-08A, Genesis)

Aquecimento através de resistência tubular e regulagem digital de temperatura. Possui capacidade para até 12 Erlenmeyers, com  faixa operação nas temperaturas de 05 a 100ºC, com precisão de ± 0,5°C. Possui agitador com movimento recíproco, com curso de 25 mm, no sentido horizontal para banho metabólico tipo Dufnoff. Acompanha uma bandeja de aço inoxidável AISI 304 para acomodar frascos com amostras e tampa tipo pingadeira em aço inox AISI 304.

EQUIPAMENTO PARA BANHO MARIA.jpg

 

22. Argamassadeira Planetária (5L, AMC Equipamentos)

Preparo de compósitos cimentícios conforme norma NBR 7215, através da padronização da mistura e homogeneização com movimentos planetários. Possui cuba de 5 litros de capacidade e pá (batedor), em aço inoxidável e controle  elétrico de duas velocidades.

ARGAMASSADEIRA PLANETÁRIA.jpg

 

23. Betoneira de 150 Litros de Capacidade (MB-150L, Motomil)

Preparo de concretos através da padronização da mistura e homogeneização, com sistema basculante com capacidade de até 400 litros. Permite rotação de até 1700 rpm, com motor de 2 CV, IV pólos.

BETONEIRA DE 150 LITROS DE CAPACIDADE.jpg

 

24. Betoneira de 400 Litros de Capacidade (MB-400P, Motomil)

Preparo de concretos através da padronização da mistura e homogeneização, com sistema basculante com capacidade de até 400 litros. Permite rotação de até 1700 rpm, com motor de 2 CV, IV pólos.

BETONEIRA DE 400 LITROS DE CAPACIDADE.png

 

25. Vibrador de Imersão (LMP-P500, Lynus)

Promove o adensamento de argamassas e concretos pela introdução da agulha de vibração no material durante o preenchimento. É do tipo portátil, com 35 mm de diâmetro, potência de 1400 W, 20.000 VPM e com mangote de 1,50 m de comprimento.

VIBRADOR DE IMERSÃO.jpg